Voando a 5.300 km/h sem piloto

Um voo entre Nova Iorque e Londres, que hoje dura mais de 7 horas, poderá durar 90 minutos
-Publicidade-
Foto: Divulgação/ Hermeus
Foto: Divulgação/ Hermeus

O passageiro do futuro que tiver muita pressa poderá achar um avião supersônico devagar demais. E optar por um modelo hipersônico. O Quarterhorse deverá ter uma autonomia de 7.400 quilômetros e voar a 5.300 quilômetros por hora. Uma versão menor de teste está planejada para 2023. Em 2025 deverá ser lançada uma versão média para carga e em 2029 a versão maior para passageiros.

“Avião supersônico ‘silencioso’ pode voar em 2022” 

O projeto é de uma startup norte-americana chamada Hermeus, com sede em Atlanta. O voo deverá ser guiado à distância. Uma viagem entre Nova Iorque e Londres, que hoje dura mais de sete horas, deverá ser realizada em 90 minutos, com as passagens só de ida na base de US$ 3 mil.

-Publicidade-
Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

5 comentários

  1. Imaginem se perderem o contato com esse negócio aí hein? Faltar energia, ou uma repentina tempestade solar que dê um apagão geral nos satélites, sem piloto como é que fica?

  2. Provavelmente estes veículos, terão dispositivos que funcionarão, como os drones, que voltam para a base, antes que a energia acabe…

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro