Voos de foguete da Virgin Galactic estão proibidos

Impedimento é provisório até a Agência Federal de Aviação dos Estados Unidos concluir investigação sobre a decolagem em julho
-Publicidade-
Virgin Galactic pretende levar turistas ao espaço em 2022 | Foto: Mídias sociais
Virgin Galactic pretende levar turistas ao espaço em 2022 | Foto: Mídias sociais

A Agência Federal de Aviação dos Estados Unidos (FAA, na sigla em inglês) proibiu temporariamente o uso da espaçonave SpaceShipTwo, da Virgin Galactic. A determinação, emitida na última semana, valerá até a finalização de um relatório da investigação sobre um contratempo em seu voo de julho ou até definir que os problemas não afetam a segurança pública.

Leia mais: “Virgin quer levar turistas todos os dias ao espaço”

A FAA confirmou estar investigando um desvio na descida do voo do avião-foguete da Virgin Galactic, que levou o bilionário britânico Richard Branson à beira do espaço em 11 de julho. Segundo a agência, a “SpaceShipTwo divergiu da liberação de seu Controle de Tráfego Aéreo ao retornar ao Spaceport America, no Novo México”.

-Publicidade-

Leia também: “Começa a corrida de bilionários ao espaço”

A empresa admitiu que “a trajetória final do voo divergiu do plano inicial”, mas acrescentou que o veículo “não voou fora dos limites laterais do espaço aéreo protegido”.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro