Agropecuária: criação de vagas até abril foi a maior desde 2011

Setor gerou 70.721 postos de trabalho, nos primeiros quatro meses deste ano
-Publicidade-
 Só em abril foram 11.145 novos postos na agropecuária com carteira assinada
Só em abril foram 11.145 novos postos na agropecuária com carteira assinada | Foto: Divulgação/Unsplash

De janeiro até abril deste ano, a geração de empregos no setor agropecuário foi a maior para o período desde 2011. Segundo a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), nos primeiros quatro meses deste ano, foi criado um total de 70.721 postos de trabalho.

Em abril, foram 11.145 novas vagas com carteira assinada, superando os números de março deste ano (3.535 postos) e de abril de 2020 (que registrou saldo negativo de 4.999), segundo os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados pelo Ministério da Economia e analisados pela CNA.

Os cultivos de café, com a abertura de 4.616 postos, e de cana-de-açúcar, com 4.456 vagas, juntamente com a criação de bovinos para corte (2.302), foram as atividades que mais contribuíram para o resultado de abril.

-Publicidade-

A Região Sudeste criou 9.751 postos. Também foi a região com mais vagas em produção de alimentos em abril. As Regiões Norte e Sul tiveram perda líquida de 26 e 973 postos de trabalho, respectivamente.

Com informações do jornal Valor Econômico

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.