Brasil exportou 21 quilos de alimentos para cada habitante do planeta

Oeste compilou dados fornecidos pelo Ministério da Economia sobre o comércio exterior do país em 2020
-Publicidade-
A soja foi o alimento mais enviado para outros países
A soja foi o alimento mais enviado para outros países | Foto: Divulgação/Cargill

Conhecido como o celeiro do mundo, o Brasil exportou cerca de 167 milhões de toneladas de alimentos em 2020 — a quantia equivale a 21,4 quilos de comida para cada habitante do mundo. Os números compilados por Oeste são disponibilizados pelo governo federal por meio da plataforma que monitora o comércio exterior do país.

Leia também: “Volume de cargas movimentado nos portos do Brasil cresce 9,4%”

Entre os cinco primeiros, a China foi a maior compradora. A nação comunista adquiriu 67,8 milhões de toneladas, ou 47,1 quilos para cada habitante do gigante asiático. Na sequência, aparecem União Europeia (16,3 milhões de toneladas, 36,6 quilos por habitante), Irã (5,3 milhões de toneladas, 63,6 quilos por habitante), Japão (5,3 milhões de toneladas, 42,2 quilos por habitante) e Vietnã (4,9 milhões de toneladas, 50,3 quilos por habitante).

-Publicidade-

A quantidade mais volumosa, 150,5 milhões de toneladas, teve como destino a produção industrial, e o restante, 16,3 milhões de toneladas, foi para o consumo doméstico.

Os cinco produtos alimentares mais exportados foram a soja (82,2 milhões de toneladas), seguida de açúcar (30 milhões de toneladas), carnes e subprodutos como vísceras (7 milhões de toneladas), café não torrado (2,3 milhões de toneladas) e suco de laranja (2 milhões de toneladas).

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

3 comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro