Consumo de proteína animal aumenta no Brasil

Carne suína se destaca com o melhor desempenho (+80%)
-Publicidade-
A pesquisa foi feita pela Horus, empresa de inteligência de mercado que utiliza dados de notas fiscais
A pesquisa foi feita pela Horus, empresa de inteligência de mercado que utiliza dados de notas fiscais | Foto: Divulgação/Abeic

Entre julho de 2020 e janeiro deste ano, aumentou a presença de proteína animal na mesa do brasileiro. O destaque ficou para a carne suína (+80%), seguida de carne bovina (+28,57%), frango (+11,7%) e ovos (+2,32%). Os dados foram apresentados pela revista Suinocultura Industrial, com base em pesquisa da Horus, empresa de inteligência de mercado que utiliza dados de notas fiscais.

Leia também: “Em 2020, produção de carne suína brasileira atinge o melhor resultado em 23 anos”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 comentários

  1. Deve ser em valor e não em volume. Os preços aumentaram muito e o consumo não pode ter aumentando mais de 10%. A produção não seria suficiente. Oeste precisa ouvir mais especialistas do setor antes de divulgar noticias, ou vai perder credibilidade.

    1. Caro Marcelo, o valor foi divulgado por uma empresa de inteligência de mercado que usa dados de notas fiscais. O aumento no consumo pode ser explicado pelo fato da carne de porco ser um bem substituto à carne bovina, uma vez que a proteína de origem suína é mais barata.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.