-Publicidade-

Granjas do Paraná vão fornecer ovos para a produção da ButanVac

As duas empresas já enviam o produto à instituição paulistana para fabricação de imunizantes contra a gripe
Nova vacina contra a covid-19 deve ser testada pelo Instituto Butantan
Nova vacina contra a covid-19 deve ser testada pelo Instituto Butantan | Foto: Reprodução/Flickr

Duas empresas paranaenses (a Globoaves e o Grupo Pluma) serão as responsáveis pelo fornecimento de ovos embrionados para a produção da ButanVac — a nova vacina experimental contra a covid-19 que deve ser testada pelo Instituto Butantan, em São Paulo. As duas companhias já fornecem o produto à instituição paulistana para a produção de imunizantes contra a gripe.

“São granjas de Primeiro Mundo, totalmente climatizadas”, disse o diretor-presidente da Globoaves, Roberto Kaefer, em entrevista ao jornal Valor Econômico. “Não é galinha no chão, é tudo automatizado. Na planta de incubação, é feita uma seleção por peso e tamanho, e os ovos são levados com cerca de 11 dias para o Butantan, dependendo da cepa.”

Leia também: “ButanVac é alternativa no caso de a vacina chinesa ser ineficaz”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.