Número de cervejarias registradas foi 14% maior em 2020

Tendência de crescimento se manteve em 2020 mesmo com dificuldades impostas pela pandemia

-Publicidade-
Cervejarias: pela primeira vez, presentes em todos os Estados do Brasil
Cervejarias: pela primeira vez, presentes em todos os Estados do Brasil | Foto: Divulgação/Pixabay

O número de cervejarias registradas no Ministério da Agricultura cresceu 14,4% no ano passado, chegando a 1.383 empreendimentos. Houve o registro de 204 novas empresas e 30 cancelamentos, totalizando um aumento de 174 cervejarias em relação a 2019. “O mercado cervejeiro no Brasil vem crescendo nos últimos dez anos, e essa tendência se manteve em 2020 mesmo com as dificuldades impostas pela pandemia”, afirma, em nota, o coordenador-geral de Vinhos e Bebidas do ministério, Carlos Vitor Müller. Pela primeira vez, elas estão presentes em todos os Estados do país. O ministério também contabilizou um total de 33.963 registros de produtos para cerveja no país, em seu Anuário da Cerveja 2020 divulgado nesta sexta-feira, 30.

As Regiões Sul e Sudeste concentram 85,6% das cervejarias, sendo que o Estado de São Paulo é o campeão do ranking, com 285 estabelecimentos, alta de 18,2% em relação a 2019. Já Santa Catarina possui a maior densidade cervejeira do país, com uma empresa registrada para cada 41.443 habitantes.

O número de municípios que possuem produção de cerveja chegou a 609, um crescimento de 5% em 2020. Também foi constatado o aumento de abertura em cidades menores. Ribeirão Preto e São Paulo, ambos no Estado de São Paulo, foram os municípios que mais abriram cervejarias.

-Publicidade-

Pela primeira vez, desde 2008, ocorre uma diminuição no número de novos registros de produtos para cerveja. Em 2020, foram 8.459, 15% a menos do que no ano anterior, o que pode ser explicado pelo menor volume de lançamentos pelas empresas. “Sabemos que muitos desses lançamentos de novos produtos foram impactados pela pandemia, pelas restrições de consumo e restrições econômicas de forma geral. Com um menor número de lançamentos, se faz um menor número de registros de produtos também”, afirma Müller.

Leia também: “Ambev faz parceria para testar entrega com drones”

Com informações do jornal Valor Econômico

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro