-Publicidade-

Raízen prepara abertura de capital na Bolsa

Os bancos BTG Pactual, Bank of America, Citi e Credit Suisse foram escolhidos para coordenar a abertura de capital
A empresa pretende levantar R$ 13 bilhões no mercado aberto
A empresa pretende levantar R$ 13 bilhões no mercado aberto | Foto: Divulgação/B3

A Raízen — joint venture entre Cosan e Shell — está preparando uma oferta pública de ações (IPO, na sigla em inglês) na Bolsa de Valores de São Paulo, a B3. Estima-se que os papéis levantem R$ 13 bilhões (US$ 2,5 bilhões) no mercado aberto. Os bancos BTG Pactual, Bank of America, Citi e Credit Suisse foram escolhidos para coordenar a abertura de capital. No ano passado a companhia faturou R$ 120 bilhões.

De acordo com a agência Reuters, a Raízen é a maior fabricante de açúcar do mundo. Em faturamento, no Brasil ela está atrás apenas de três empresas — Petrobras, Vale e JBS. A companhia também controla uma grande rede de distribuição de combustíveis.

Leia também: “Raízen pretende construir três usinas de etanol feito com bagaço e palha de cana”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.