Sem impostos, preço da gasolina cai para menos de R$ 5 por litro

Tributos representam quase 35% do valor do combustível
-Publicidade-
O preço médio na bomba está em R$ 7,25
O preço médio na bomba está em R$ 7,25 | Foto: Domínio Público/PxHere

Em média, o preço da gasolina nos postos de combustíveis do Brasil está em R$ 7,25 por litro. De acordo com o monitoramento mantido pela Petrobras, cerca de 35% desse valor é formado por impostos — sendo 24,1% estaduais e 9,5% federais.

Foto: Reprodução/Petrobras

Sem os impostos, o preço da gasolina na bomba cairia para a média de R$ 4,81. A tributação estadual é feita por meio do ICMS e a federal pela Cide, pelo PIS/Pasep e pela Cofins.

-Publicidade-

Na segunda-feira 6, o presidente Jair Bolsonaro propôs que os governadores zerassem a cobrança do ICMS, garantindo que as diferenças nas arrecadações estaduais seriam cobertas pela União. A compensação pode chegar a R$ 50 bilhões até dezembro deste ano.

Bolsonaro também afirmou que pretende eliminar a arrecadação federal sobre o combustível. “O governo federal se predispõe a zerar o seu tributo federal: PIS, Confins e Cide”, disse o presidente. “Ou seja: a gasolina também deixaria de ter imposto federal. Essa proposta foi colocada na mesa hoje para os presidentes das duas Casas”, completou, em referência à Câmara e ao Senado.

“Nós demos o exemplo: os impostos federais sobre o diesel e o gás de cozinha já tinham sido zerados”, escreveu Bolsonaro, no Twitter. “Estamos zerando também os impostos sobre a gasolina. Se todos seguirem esse exemplo, agora que estamos viabilizando essa possibilidade, é possível melhorar a vida de nosso povo.”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

14 comentários Ver comentários

  1. A mídia tem a maldita mania de falar que tal governador que fica com 34% do valor da nota fiscal está cobrando 34% de ICMS, mas na realidade está cobrando mais de 51,5%.
    Exemplo, se na nota fiscal de 100 reais, 34 vai para o desgovernador, 66 reais seria o custo. Se vc por 51,5% em 66 reais daria 99,99 reais, ou seja, o desgovernador está cobrando mais de 51,5% de ICMS na gasolina.

  2. O povo não enxerga e não conseguimos fazer o povo enxergar (pq somos bocós acovardados) que temos um presidente que reduz impostos, ineditamente. Por nossa causa, que só lutamos pelo país passeando na paulista em um domingo ensolarado ou falando para a nossa própria bolha.

  3. É interessante ver que os governadores ainda estão pensando…………
    Enquanto arrancam o couro da população, fingem não ser deles tal responsabilidade.
    Daremos o devido tratamento nas urnas!!!!

  4. Talvez não seja o momento mas vou fazer minha reivindicação. Tomo 2 medicamentos de uso contínuo e penso que estes produtos deveriam ter um tratamento especial da receita. Sou obrigado a pagar imposto alto na aquisição destes medicamentos, que me darão condições de trabalhar e pagar outros impostos escorchantes. Senhor presidente, dê uma olhadinha para este lado. Sei que não haverá como burlar a lei já que os medicamentos exigem receita medica e não estão disponiveis na rede pública de saúde. Obrigado.

  5. Parabéns revista oeste por mostrar ao consumidor que a Petrobrás que só vende a gasolina A que compõe a gasolina comum (73% de gas.A + 27% de álcool anidro), não é a VILÃ no preço dos combustíveis na bomba. Além dos impostos, o consumidor tem que avaliar quanto paga para Distribuição e Revenda, pelo álcool anidro do Usineiro(mais caro por lt. que a gasolina A) e no caso do DIESEL na bomba com 90% de diesel Petrobras e 10% biodiesel do Usineiro, o diesel da Petrobras recebe R$4,92 e o biodiesel do Usineiro R$7,40

  6. É impressionante! O esquerdista “infiltrado” que entra aqui só pra dar “deslikes” deve ter perdido o senso do ridículo.
    Afinal, como é que a suspensão de tributos pode ser uma notícia ruim?!!!

  7. Parabéns, presidente Bolsonaro! A ‘oposição’ surta com essas medidas porque elas desmascaram os exploradores do povo e destroem narrativas que são usadas há muito tempo. Alguns sabotadores do Brasil pensam: Gasolina mais barata para quê? Para a classe média ficar esbanjando em passeios de automóvel? Pois que fiquem em casa assistindo a única televião que “uma já está boa”!

    1. E agora, os bandidos que estão ávidos para voltar ao poder , junto com o judiciário podre, vai alegar o que? Vão perturbar de que maneira?

      1. Itens de primeira necessidade, incluso gasolina, diesel, gás de cozinha deveriam ser zerados. Parabéns ao Pres. Bolsonaro, resta saber de a Câmara Baixa e Alta irão acatar o Executivo!

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.