SP: agro consegue reversão da cobrança de ICMS para touros ‘puros de origem’

Alíquota de 2% imposta pelo governo Doria entrou em vigor no início deste ano
-Publicidade-
Os touros nelore são a raça com maior número de animais puros de origem (PO) | Foto: Thiago Reis/Flickr
Os touros nelore são a raça com maior número de animais puros de origem (PO) | Foto: Thiago Reis/Flickr

O governo do Estado de São Paulo decidiu zerar a cobrança de Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) na operação de venda de touro puro de origem (PO) — quando todos os ancestrais do animal estão registrados no livro genealógico da raça. As informações são da Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ).

Leia mais: “Bolsonaro zera impostos sobre importação de milho até o fim do ano”

A cobrança da alíquota de 2% de ICMS foi implantada neste ano. A volta da isenção entrará em vigor a partir de 1º de janeiro de 2022. Contudo, entidades do agronegócio que reivindicavam a retirada da cobrança já comemoram a vitória. “Um dia memorável, inesquecível para a história da pecuária de São Paulo. Vamos continuar trabalhando com força total no campo”, disse o presidente da ABCZ, Rivaldo Machado Borges Júnior.

-Publicidade-

Leia também: “Exportação de animais vivos está ameaçada”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.