-Publicidade-

2021 será ‘promissor para a agricultura’ brasileira

É o que garante entidade do setor.
Novo ano tem estimativas animadoras para o agro
Novo ano tem estimativas animadoras para o agro | Foto: Pixabay

A Sociedade Nacional de Agricultura (SNA) está confiante nos resultados a ser alcançados pelo setor no decorrer de 2021 no Brasil. O diretor técnico da entidade, Marcos Fava Neves, tornou pública a sua expectativa. Ele falou sobre o assunto durante participação em evento on-line.

Leia mais: “Brexit pode gerar oportunidades ao agronegócio brasileiro”

“O ano de 2021 será promissor para a agricultura brasileira”, afirmou Fava Neves. “Teremos preço, volume de produção e investimentos para a construção da imagem do setor”, continuou o entusiasmado profissional do agronegócio brasileiro. No webinar, ele conversou com o ex-ministro Roberto Rodrigues, atual coordenador do Centro de Agronegócio da Fundação Getulio Vargas (FGV Agro).

Para validar seu entusiasmo com o ano que se inicia, o diretor técnico da SNA acredita que:

  • haverá crescimento da demanda por biocombustíveis, como o etanol;
  • o governo chinês mudará a postura em relação à importação de carne suína brasileira;
  • a importação de grãos seguirá em alta.
  • os Estados Unidos terão trabalho “menos conflituoso” com a China;
  • a pandemia de covid-19 registrará menos casos no Brasil e em outros países.

Acompanhando o PIB

Os bons números estimados pelo agronegócio brasileiro serão consequência do Produto Interno Bruto (PIB) do país, pontua Marcos Fava Neves. “A economia brasileira deverá crescer entre 3,5% e 4%, e de acordo com a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) a última projeção de crescimento para a economia mundial é de 4,2%”, destacou o representante da SNA.

Leia também: “O novo mapa do agro brasileiro”, reportagem publicada na Edição 41 da Revista Oeste

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 comentários

  1. “Teremos preço” : Arroz R$25,00 ; Carne Bovina R$45,00 ; Óleo de Soja R$9,00 ; Feijão R$9,00 : Leite R$7,00 ;Pão R$16,00 : Carne Suína R$ 25,00 . Sim prezado presidente da Associação Nacional de Agricultura. O senhor acertou seu prognóstico: “teremos preço”

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês