A beleza em meio à pandemia: “Vai passar”, lembra o samba do Casuarina

A beleza em meio à pandemia: "Vai passar", lembra o Casuarina
-Publicidade-
Show virtual do grupo de samba carioca Casuarina
Show virtual do grupo de samba carioca Casuarina

O grupo carioca se juntou, virtualmente, para interpretar a canção “Minha Filosofia”, de Aluísio Machado

Apesar das centenas de notícias de mortes, falta de respiradores, aumento do número de infectados pelo coronavírus e outras informações pouco animadoras, muita coisa bela tem surgido em meio à pandemia. O grupo de samba carioca Casuarina, por exemplo, resolveu se juntar, cada um em sua casa, para interpretar a canção Minha Filosofia, de Aluísio Machado. A música é tão primorosa quanto a mensagem que ela transmite: “Vai passar”.

-Publicidade-

Minha Filosofia
(Aluísio Machado)

Vai passar
Esse meu mal-estar
Esse nó na garganta
Deixe estar…
O próprio tempo dirá
Água demais mata a planta

Tudo que é muito é demais
Peço: me perdoe a redundância
Entrelinhas só quero lembrar
Que a terra fértil um dia se cansa
É uma questão de esperar
Relógio que atrasa não adianta
E o remédio que cura
Também pode matar
Como água demais mata a planta

Interpretação: Casuarina
Daniel Montes (violão)
Gabriel Azevedo (voz e pandeiro)
João Fernando (bandolim)
Rafael Freire (cavaquinho)

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.