Amapá terá rodízio no fornecimento de energia

Governos federal e estadual trabalham para normalizar a situação
-Publicidade-
Foto: Divulgação/Agência Brasil
Foto: Divulgação/Agência Brasil | Foto: Divulgação/Agência Brasil

Governos federal e estadual trabalham para normalizar a situação

amapá
Incêndio atingiu a principal subestação, que alimenta 13 das 16 cidades amapaenses
Foto: Divulgação/Agência Brasil

O governo do Amapá informou neste sábado, 7, que haverá um rodízio em turnos de seis horas no fornecimento da eletricidade no Estado. Um cronograma de racionamento será divulgado ainda hoje. Ao longo do dia, a Companhia de Eletricidade do Amapá fará testes para adequações e ajustes no sistema. Em parte dos bairros da capital do Amapá (Macapá), e em algumas áreas do município de Santana, a energia elétrica já opera, porém, com capacidade reduzida. Mais cedo, o Ministério de Minas e Energia (MME) garantiu que trabalha para restabelecer 70% da luz no Estado. Conforme noticiou Oeste, um incêndio atingiu a principal subestação, que alimenta 13 das 16 cidades amapaenses, na terça-feira 3. Dessa forma, houve problemas no fornecimento de água potável, falhas nas telecomunicações, filas nos postos de combustíveis e prejuízos ao comércio. Em nota publicada na manhã de hoje, o MME informou que concluiu os reparos em um dos transformadores da Subestação Macapá

-Publicidade-

Leia também: “Apagão no Amapá: um Estado sem ‘força’”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site