Ambev investe em startup de embalagens sustentáveis

Subprodutos agrícolas, como palha de milho, são utilizados como materiais
-Publicidade-
Embalagem feita pela growPack com palha de milho | Foto: Divulgação
Embalagem feita pela growPack com palha de milho | Foto: Divulgação

A Ambev, empresa brasileira do ramo de bebidas, fez um investimento de captação da startup growPack, que trabalha com tecnologia para o desenvolvimento de embalagens com materiais orgânicos. As empresas firmaram parceria para a viabilização de um projeto-piloto. Em outubro, serão lançadas novas embalagens fabricadas com biomaterial em alguns pontos de venda de São Paulo, para testar com os consumidores, visando à produção em larga escala em 2022.

Leia mais: “Ambev importa vinhos e dá os primeiros passos no mercado no Brasil”

A embalagem da growPack é produzida com rejeitos agrícolas. O material principal é basicamente palha de milho, obtida de forma 100% mecânica, de acordo com as empresas. O descarte acontece de maneira compostável — servindo como uma espécie de adubo para o solo — ou reciclado na cadeia do papel.

-Publicidade-

Leia também: “Ambev faz parceria para testar entrega com drones”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro