Anvisa aprova registro do 1º teste para diagnóstico da varíola dos macacos

O produto é fabricado pela Fiocruz
-Publicidade-
O <i>kit</i> molecular para detecção dos vírus baseia-se na tecnologia de PCR
O kit molecular para detecção dos vírus baseia-se na tecnologia de PCR | Foto: Divulgação

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou nesta terça-feira, 20, o primeiro produto para o diagnóstico da varíola dos macacos no Brasil.

O produto registrado pela Anvisa é fabricado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Segundo a agência, a disponibilidade do teste no mercado depende da empresa detentora do registro.

O kit molecular para detecção dos vírus baseia-se na tecnologia de PCR em tempo real e é indicado para o processamento de amostras clínicas.

-Publicidade-

A avaliação do pedido de registro pela Anvisa levou 39 dias, incluindo 17 dias utilizados pela empresa solicitante para atender a exigências técnicas feitas pela agência. A avaliação dos testes para varíola dos macacos ocorre em regime de prioridade na agência, conforme decisão da diretoria colegiada divulgada no fim de julho.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.