Anvisa recebe pedido de uso emergencial da vacina da Johnson & Johnson

Imunizante da Janssen é o único que requer somente uma dose por pessoa
-Publicidade-
Se aprovada pela Anvisa, vacina da Johnson & Johnson poderá ser usada no combate à covid-19
Se aprovada pela Anvisa, vacina da Johnson & Johnson poderá ser usada no combate à covid-19 | Foto: Kevin David/A7 Press/Estadão Conteúdo

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recebeu nesta quarta-feira, 24, o pedido de uso emergencial da vacina contra a covid-19 da farmacêutica Janssen, empresa do grupo Johnson & Johnson. A agência informou já ter iniciado a triagem dos documentos enviados pela companhia, processo que ocorrerá durante as próximas 24 horas. Caso esteja faltando algum dado importante, o órgão poderá pedir informações diretamente ao laboratório. “A meta da agência é fazer a análise do uso emergencial em até sete dias úteis, descontando eventual tempo que o processo possa ficar pendente de informações, a serem apresentadas pelo laboratório”, informou a Anvisa, em nota. No Brasil, duas vacinas já obtiveram o registro definitivo para aplicação na população: a da Pfizer e a da Oxford/AstraZeneca. A CoronaVac, em produção pelo Instituto Butantan, recebeu apenas a autorização para uso emergencial. Entre os imunizantes aplicados no mundo, o da Janssen é o único que requer somente uma dose por pessoa.

Leia também: “Anvisa inclui sonolência e diarreia como reações adversas da vacina da Oxford”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 comentários

  1. Anvisa teria que liberar em 48 horas, já que os outros Países já estão fazendo uso da vacina. Isso para ajudar o governo federal que anda a passos de tartarugas para comprar vacinas. O Brasil está morrendo! O povo tem pressa.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.