Ativista explica a ‘linguagem neutra’: em vez de ‘ela’ e ‘ele’, ‘ile’

Rosa Laura afirma que a língua portuguesa é sexista e que deveria estar a serviço das pessoas e não da Academia Brasileira de Letras
-Publicidade-
A ativista Rosa Laura
A ativista Rosa Laura | Foto: Reprodução/YouTube

Circula nas redes sociais um vídeo em que a ativista “transexual não-bináris” (como ela mesma se identifica) Rosa Laura explica o funcionamento da linguagem neutra. Segundo Rosa, o objetivo é “dar evidência às múltiplas identidades de gênero”. De acordo com ela, o português é “sexista”. Além disso, a língua tem de estar a serviço das pessoas “e não da Academia Brasileira de Letras”.

Entre outras mudanças, Laura propõe que os pronomes pessoais “ela” e “ele” sejam substituídos por “ile”. Já os pronomes demonstrativos “daquela” e “daquele” mudariam para “daquile”.

-Publicidade-

Oeste noticiou na quinta-feira 10 que uma escola particular do Recife (PE), o Colégio Apoio, teve uma aula sobre o emprego da linguagem neutra. No slide projetado na lousa, é possível ver o neologismo “obrigade”, em vez de “obrigado” ou “obrigada”.

Assista ao vídeo

Leia também: “A pandemia do politicamente correto”, artigo de Selma Santa Cruz publicado na edição n° 16 da Revista Oeste

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

77 comments

      1. Tá vendo do porque nos países comunistas é proibido essas paradas? Porque eles sabem que isso aí só vai atrapalhar, lerdar o movimento.
        Querem uma coisa? Vai tomar no teu cu vagabunda retardada, vou fazer um ataque DDoS nesse seu Pc de merda e depois hackear para pegar informações e queimar no lixo igual sua vida fracassada.
        Vai estudar, vai fazer faculdade, vai trabalhar, larga de lutar por poder seu lixo humano, seja produtivo, não é a toa que daqui a pouco eu tô apoiando os comuna só para ver sua “espécie” retardada no chão e chorando

      2. poxa mano,n precisa ser assim véi,tamb sinto o mesmo mas vc n sabe como ela se sente,realmente vou contra ela,mas n precisa ser assim mano

      3. Certíssimo! A culpa é do que foi um desgoverno.

      4. É sério isso, linguagem neutra??
        Qual o sentido disso??
        Recomendo para essas ativistas fazerem uma boa terapia. Vão se tratar e para de choramingar, pelo amor de Deus!!!

    1. Isso que eu chamo de mente fértil, cheia de estrume.
      Ainda tem uma instituição de ensino cujo objetivo é confundir o aluno. Essa diretora também deve ter fumado até o estrume que feriliza a árvore, junto com essa acéfala.

    2. Chegou tarde, na década de 80 o Mussum já usava essa linguagem. Cacildis

      O caras chegaram em 2020 depois de Cristo e querem que o mundo todo mude por causa deles. Não funciona assim, lamento.

    3. “transexual não-bináris” Ela nem sabe o que quer ser na verdade. E quer fazer confusão com a língua portuguesa!
      A nossa língua é linda, é rica, é única, com cada variação regional, as daqui do sul a norte brasileiro e as do outro lado do oceano.

      1. Seria bom q, antes de mais nada, essa pessoa aprendesse q “ele” e “ela” NÃO SÃO substantivos mas, pronomes pessoais.

        Isso já encheu!

        Eu tiraria meu filho dessa escolha por “desaprendizado”!

      2. Que gente mais à toa… é por estas e por outras, muitas outras, que prefiro os gatos e os cachorros do que as gentes.

      1. Até este momento, não achei que uma coisa fosse 100% inútil, mas se superaram.

    1. É preciso explicar a essa criatura que a língua é uma coisa vida e não adianta tentar modificá-la por decreto pois não funciona. Criou -se uma língua há tempos atrás, o esperanto, e nunca se conseguiu que ela fosse usada naturalmente, porque era uma língua artificial. A linguagem não acredita isso. Então, vamos parar com essa estultice de inventar uma nova desinência para gênero das palavras. Em tempo: as PALAVRAS tem gênero, e os seres possuem sexo. Essa coisa de ideologia de gênero é uma aberração. Melhor colocação é ideologia de SEXO

      1. Muito claro. Esse grupo de animais não consegue sequer ler seu comentário.

      1. Meu Deus que criatura ridícula!
        Que ideia de jerico
        Pelo amor de Deus !

  1. Essx trans bináris deveria ter como nome social Rosx Laure (Rose é um prenome feminino, então não seria revelador do não-binarismo). Quanto ao “obrigade”, é só mais uma palhaçade de unxs ativistes coitades …
    Em bom português agora: ao dar repercussão ao vídeo, a Revista Oeste cumpre exatamente o papel que a militância progressista lhe reservou, que é o de colocar o assunto em debate público, estratégia conhecida como “agenda setting” .
    Para os editores de uma publicação conservadora pode parecer que estão apenas expondo uma ridícula visão de mundo, mas na verdade estão adubando a idéia, pondo-a sobre os holofotes.

    1. Bem lembrado. A/O binária(o) quer mudar o nosso modo de falar mas não adapta o seu próprio nome ao que prega. Ainda, dizer que a linguagem é sexista! São pessoas que não conseguem conviver com a sua própria identidade e querem alterar o modo de vida da maioria, adaptando-o a sua própria visão de mundo.

  2. De onde saiu esse ser?
    É muita falta do que pensar ao fazer essa relação de palavra e sexo. Palavras não têm sexo, fazem parte de gêneros diferentes.
    Por isso minha querida pega essa língua que você quer inventar vai dar uma volta no oriente médio

  3. Se aceitarmos esses absurdos, daqui a pouco grupos de analfabetos irão querer inserir as palavras: “preda”, “praca”, como forma de tbm está representando o grupo de apedeutas…

    1. Trata-se claramente de uma criatura desorientada por forte enfermidade ou abuso de drogas. Não se pode dar palco para não piorar o quadro ou incentivar outros doentes nessa maluquice. Isso tudo está muito chato!

  4. A que ponto pode chegar a imbecilidade humana. E o pior é que essa coisa realmente acredita no que está falando. Alguém pode se imaginar convivendo com uma criatura dessas?

  5. acho que a revista cometeu um pequeno erro… essa publicação deveria estar na área chamada “rsrsrsrsrsrsrsrsrs”
    realmente não só esse país mas o mundo cansa… essas pessoas não tem nada de importante ou relevante para falar e inventam piadas…

  6. Quer dizer que os normais têm que adaptarem aos diferentes e pra isso vamos mudar a linguagem.
    Respeitar os diferentes sim, mas não tendo-se que nos modificar.
    Eles os lgbt (s) e afins que criem sua liguagem e gramáticas próprias.
    Eu sou hetero do sexo masculino, jamais vou admitir que meu tratamento seja mudado.
    Coitada dessa doente. Já temos os nossos problemas que não são poucos. Ela que procure tratamento cognitivo e não queira que as outras pessoas sadias procurem, invertendo o tradicional.
    Esta é a filosofia e ideologia das esquerdas, que estão querendo nos impor, no bojo do globalismo, comandados por ongs desses magnatas e macumunados com o partido comunista chinês.

  7. Politicamente Correto??? Quem quiser fazer “política” que faça e não encha nosso saco! Correto? Desde quando a minoria se acha correta ? Mimimi de doutrinados!

  8. Se a gente convencer o pai dela a voltar para casa (depois de 30 anos que saiu para comprar cigarro) será que não melhora um pouco?

  9. Concordo. Sempre digo e repito: Não se deve dar voz e vez a essas pessoas e matérias sem substância. Essa demente acaba conseguindo o que pretendia: Aparecer. Pelo amor de Deus parem com essas matérias desses idiotas.Temos já muitos problemas e assuntos importantes para tratar:Que tal: Os “Nem Nem”. Os pobres e Negros cinco vezes mais vítimas do Corona Vírus. A falta de projeto do Governo para educação.O Genro e a filha do Gilmar Mendes .A falta de transparência nas contas do SEBRAE.As 134 estatais do Governo e seus mais de 500 mil funcionários. Os 42% de funcionários das Agências Governamentais indicados por políticos……

  10. Rosa, vc precisa de um namorado ou namorada. Já ouviu falar em amor. Invista nele e desapegue desse marketing pessoal. “Causa” é coisa pra adolescente e a chatice afasta pessoas interessantes. Além disso,…deixa pra lá. Que preguiça…

  11. tenho medo que a criação de mais um pronome tenha a progressão do sigla LGBT, que agora é LGBTQIA+, então seria ile, depois ile ou ilet, mais tarde ileq, isto iria causar uma complicação na redação já que não poderíamos usar o contexto para ajudar o entendimento.
    Outra incoerência é que na matéria diz “a língua tem de estar a serviço das pessoas”, ora essa é a ditadura da minoria mi-mi-mi que, por não se conformar por bobagens, querem que milhões de pessoas se conformem e bilhões de reais sejam gastos com novos livros e retreinamento

  12. Srs sras srtas,

    Consegui ler somente até ” …..linguagem portuguesa é sexista….” e parei.
    Pessoas como esta, que fazem esta afirmação, são as mesmas que queriam e querem destruir a memória nacional…!
    São os mesmos que querem censurar Monteiro Lobato pela personagem da ” Tia Anastácia” do Sítio do Pica-pau Amarelo, censurar as marchinhas de carnaval como “…Olha a cabeleira do Zézé …será que ele é……”, censurar os pais em “Educar” seus filhos com rigor conforme a “tradição” e por aí vai…
    Devem ser combatidos com todo vigor e energia com argumentos, posições e até legislação; como banir o Partido Comunista e suas vertentes e afiliados como é banido o partido Nazista.
    Com trabalho justo criar os filhos sob uma religião, fazê-los estudar, se formar e serem independentes trabalhando para outros ou em seus próprios negócios, casarem os filhos com mulheres e as filhas com homens, aprenderem inglês, irem a Disney, Miami e Inglaterra e com seus netos nos fins de semana e feriados se reunirem com os pais e avós, cachorros, gatos e passarinhos…não faz mal a ninguém: só bem!
    Att
    Ciro Barros

  13. Acho que “ele, ela” tem uma vida bem mediocre, deve ter fracassado como ser humano… procura uma vida profissional que está precisando. Melhoras estou torcendo por ti!

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site