Butantan entrega mais 1 milhão de doses, mas paralisa produção por falta de insumos

Instituto aguarda a liberação de um lote com 10 mil litros de insumos vindos da China, o suficiente para a produção de 18 milhões de doses
-Publicidade-
Dimas Covas e João Doria lamentaram a interrupção da produção da CoronaVac por falta de insumos
Dimas Covas e João Doria lamentaram a interrupção da produção da CoronaVac por falta de insumos | Foto: Reprodução/TV Globo

O Instituto Butantan entrega nesta sexta-feira, 14, mais 1,1 milhão de doses da CoronaVac ao Programa Nacional de Imunizações (PNI), do Ministério da Saúde. A partir de agora, no entanto, a produção será interrompida em razão do atraso na chegada do ingrediente farmacêutico ativo (IFA) importado da China. Sem insumos, não há como o Butantan produzir novas doses do imunizante.

“A boa notícia é que temos a entrega de mais de mais 1,1 milhão de doses da vacina. A má notícia é que a partir de hoje o Instituto Butantan não pode processar novas vacinas”, lamentou o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), em entrevista coletiva de imprensa na sede do instituto nesta manhã.

Leia mais: “Dimas Covas: não há previsão de data para chegada de insumos da China”

-Publicidade-

Como noticiamos, o Butantan aguarda a liberação de um lote com 10 mil litros de insumos vindos da China, o suficiente para a produção de 18 milhões de doses da CoronaVac. De acordo com o diretor do instituto, Dimas Covas, o montante corresponde ao quantitativo de vacinas previstas para ser entregues ao governo federal em maio e junho.

Leia também: “Doria volta a atacar Bolsonaro e Guedes por insumos da CoronaVac”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

3 comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro