CNN Brasil demite 90% de sua equipe no RJ

Corte de pessoal na emissora não é recente
-Publicidade-
As demissões ocorreram por cortes de custo e desinvestimento
As demissões ocorreram por cortes de custo e desinvestimento | Foto: Reprodução/Redes sociais

A CNN Brasil demitiu nesta quinta-feira, 11, 90% da equipe do escritório do Rio de Janeiro, segundo informou o portal Notícias da TV, do UOL. As demissões ocorreram por “cortes de custo e desinvestimento na cobertura no Rio”. 

Todos os repórteres foram demitidos, assim como produtores, assistentes, secretários, entre outros funcionários da capital fluminense. Comentaristas, contudo, foram poupados.

Segundo o site, a ordem para as demissões foi de Renata Affonso, CEO da CNN Brasil. Em ano eleitoral, informou o portal, a emissora quer economizar custos de sua produção e analisa a contratação de jornalistas freelancers, que custam menos, para atender o canal durante a cobertura das eleições.  

-Publicidade-

Cortes não são recentes

Ao longo deste ano, a CNN já demitiu parte de sua equipe em São Paulo. Em julho, a empresa mandou embora pelo menos quatro profissionais nas áreas de edição, reportagem e mídias digitais. 

No mesmo mês, a audiência do canal fechou com 0,14 ponto no Painel Nacional de Televisão (PNT), o que lhe rendeu o terceiro lugar entre os canais da TV paga. A Jovem Pan News, que tem custo mais baixo, marcou 0,16 ponto. A GloboNews liderou com 0,47 ponto, informou o PNT.

Leia também: “A imprensa é contra a liberdade“, artigo de J.R. Guzzo publicado na Edição 120 da Revista Oeste

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

23 comentários Ver comentários

  1. A CNN Brasil segue, por obrigação, a linha editorial da matriz nos EUA alinhada ao partido Democrata.
    Aqui no Brasil, todas as mídias alinhadas à esquerda perderam audiência.

  2. Notícia muito boa. A CNN perde terreno no mundo cada dia que passa. Uma central de noticias tem que ter CREDIBILIDADE, atributo ausente nessa emissora. A quebra econômica é uma questão de tempo. Quem viver verá.

  3. Uma boa notícia e merecida para uma empresa que tem a função de induzir seus telespectadores à uma evidente desestabilização do Governo atual.
    Foge a verdade, distorce a realidade, filtra as notícias e milita covardemente contra a maioria do povo brasileiro que optou por Bolsonaro, continua o apoiando e lutando por um País dominado por oligarquias corruptas!
    Se lamenta pelo pessoal de baixo que nada tem a ver com isso e que, infelizmente, tenha perdido o emprego.

    1. A vida é feita de escolhas. Ao optar por uma das opções, você abre mão das outras. A CNN optou pela lacração e abriu mão da relevância.

  4. No comecinho eram muito bons. Depois a CNN desandou. Colocaram lá uma CEO totalmente esquerdista e deu nisso. Assim como a esquerda acha q dá para ter democracia sem povo, a imprensa acha q dá para fazer jornalismo privado sem audiência. Em pouco tempo fecharão.

  5. Está cnn não fará falta alguma ser fechar as portas,pois prática um jornalismo tendencioso e imundo,só lamento pelos empregos dos funcionários da parte de baixo os que tem pequenos salários.

  6. Assisti , com muita expectativa de ouvir notícias, e não opiniões ou narrativas os 2 primeiros dias
    Durante algum tempo coppola e Garcia
    Depois nunca mais

  7. Lamentável! a CNN quando implantada no Brasil, gerou expectativa a nós telespectadores, infelizmente a linha editorial da Empresa envesou, a audiência caiu, anunciantes debandaram, nesse espaço entra a JP que pratica jornalismo transparente e isento. Os diretores da CNN deveriam ser os primeiros a serem demitidos por incompetência em gerir a empresa, permitindo que jornalistas tecessem comentários fora da pauta, uns até com deboche.

  8. Se fechar tudo e for embora não vai fazer nenhuma falta. Precisamos de imprensa sem compromisso com partidos ou ideologias. Fato pelo fato. Notícia do acontecimento sem frescuras homosexuais, tipo randofe rodrigues, sem empurração de opinião, como boboner…

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.