Ao Vivo

Com ausência de suposto lobista, CPI ouve ex-secretário de Saúde do DF

Convocado às pressas, Francisco Araújo começou a falar aos integrantes da comissão no início da tarde
-Publicidade-
CPI da Covid retomou os trabalhos e teve de convocar novo depoente às pressas
CPI da Covid retomou os trabalhos e teve de convocar novo depoente às pressas | Foto: Edilson Rodrigues/Ag. Senado

Depois de uma manhã tumultuada, a CPI da Covid retomou a sessão desta quinta-feira, 2, com um novo depoente. Trata-se do ex-secretário de Saúde do Distrito Federal Francisco Araújo, que começou a falar aos integrantes da comissão no início da tarde.

Araújo foi convocado às pressas em função da ausência do suposto lobista da farmacêutica Precisa Medicamentos, o advogado Marconny Albernaz Ribeiro, que deporia hoje, mas não foi localizado.

Leia mais: “Presidente da CPI pede condução coercitiva de Marconny Albernaz”

-Publicidade-

Acompanhe o depoimento

Como noticiou Oeste, o presidente da CPI, Omar Aziz (PSD-AM), acionou o Supremo Tribunal Federal (STF) para que a polícia legislativa do Senado efetue a condução coercitiva de Marconny. A comissão também solicitou a retenção do passaporte do suposto lobista, que ainda não foi encontrado.

Mais cedo, os advogados do próprio Marconny também recorreram ao STF para que o ele não tivesse de depor ao colegiado. A defesa alega que as acusações contra o suposto lobista têm como base uma investigação do Ministério Público do Pará e, portanto, não têm ligação com o escopo da CPI.

Leia também: “Suposto lobista da Precisa recorre ao STF para não depor à CPI”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro