Suposto lobista da Precisa recorre ao STF para não depor à CPI

Marconny Albernaz Ribeiro não foi localizado pelos membros do colegiado; polícia legislativa foi acionada
-Publicidade-
CPI da Covid acionou a polícia legislativa para encontrar depoente que não compareceu à comissão
CPI da Covid acionou a polícia legislativa para encontrar depoente que não compareceu à comissão | Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

Apontado por integrantes da CPI da Covid como suposto lobista da farmacêutica Precisa Medicamentos, o advogado Marconny Albernaz Ribeiro acionou nesta quinta-feira, 2, o Supremo Tribunal Federal (STF) para que não tenha de depor à comissão.

A oitiva estava programada para começar nesta manhã. O presidente da CPI, senador Omar Aziz (PSD-AM), determinou que a polícia legislativa conduza o depoente “sob vara” para que ele preste seu depoimento aos parlamentares.

Leia também: “CPI recorre ao Supremo contra anulação de prisão de ex-diretor da Saúde”

-Publicidade-

Até o momento, Marconny não foi localizado pelos membros do colegiado. Na petição ao STF, seus advogados alegam que as acusações contra o suposto lobista têm como base uma investigação do Ministério Público do Pará e, portanto, não têm ligação com o escopo da CPI.

Leia mais: “Renan inclui Onyx, Osmar Terra e mais sete em lista de investigados da CPI”

A defesa de Marconny também solicita à Corte que seja reconhecida sua condição de investigado e que, caso ele opte por depor à comissão, lhe seja garantido o direito de não responder a perguntas que possam incriminá-lo.

Ontem, Marconny havia apresentado um atestado médico para não comparecer à CPI — ele relatava estar sofrendo com dores na região pélvica.

Leia também: “CPI debocha da covid”, artigo de Guilherme Fiuza publicado na Edição 73 da Revista Oeste

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro