Com novo planejamento, governo pretende vender a Eletrobras em junho

O cronograma do governo federal para a privatização da Eletrobras prevê a venda na segunda quinzena de junho
-Publicidade-
Logotipo da Eletrobras
Logotipo da Eletrobras | Foto: Divulgação/Eletrobras

Depois do pedido de vista do Tribunal de Contas da União, não há mais tempo para realizar a desestatização da Eletrobras até 13 de maio, segundo apuração da Jovem Pan. A data marca o fechamento do primeiro prazo jurídico para a privatização.

Por esse motivo, será necessário esperar os resultados financeiros da estatal referentes ao primeiro semestre. A previsão do valor da ação da Eletrobrás deve ser divulgada em meados de junho. A venda está prevista para ser realizada uma semana depois desse anúncio.

O principal objetivo do governo é impedir que a privatização fique somente para o segundo semestre, o que pode diminuir o valor da venda. O motivo é que muitas empresas não podem investir em outros países perto de eleições nacionais, como as que ocorrem no Brasil em outubro.

-Publicidade-
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.