Covid-19: Brasil ultrapassa a Inglaterra em aplicações da segunda dose de vacinas

9 milhões de brasileiros já receberam a última dosagem do imunizante
-Publicidade-
O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga
O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga | Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O Brasil ultrapassou a Inglaterra em aplicações da segunda dose de vacinas contra a covid-19. De acordo com os dados apresentados pelo governo do país europeu, até a meia-noite de ontem, 20 de abril, 8,7 milhões de ingleses haviam recebido a última aplicação do imunizante. No Brasil, essa condição corresponde a 9 milhões de pessoas — conforme a atualização do Ministério da Saúde na manhã desta quarta-feira, 21, feita às 7 horas.

Leia também: “Medicação usada por Trump para vencer a covid-19 é aprovada no Brasil”

-Publicidade-

 

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

7 comentários

    1. As vacinas não impedem que a pessoa contraia novamente o vírus, apenas diminui as chances de evoluir para um quadro grave. É o que dizem, se é vdd, só o tempo dirá

    2. Vacina não te deixa imune ao vírus, sua função é treinar o sistema imunológico contra as formas mais graves da doença.
      Mesmo assim, mesmo depois de ter tomado as duas doses da vacina, você pode sim ser infectado.

  1. Cuidado apenas com um detalhe, a vacina predominante na Inglaterra é aquela com maior intervalo entre primeira e segunda dose (Oxford), esse pode ser um dos motivos talkey ?

    1. Vc deve ser da turma do PSOL não é possível? Para sua informação o Governo federal já enviou a Estados e Municípios mais de 53 milhões de doses é só foram aplicadas pouco mais de 40 milhões, uma diferença de mais de 10 milhões de doses. Com certeza os governadores e prefeitos safados desse país fazem de tudo pra seguir na narrativa.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro