Covid-19: Fiocruz começa fabricação de vacinas com IFA nacional

Insumo é destinado à produção do imunizante desenvolvido pela parceria entre a Universidade de Oxford e a farmacêutica AstraZeneca
-Publicidade-
Foto: Cadu Rolim/Estadão Conteúdo
Foto: Cadu Rolim/Estadão Conteúdo

Na sexta-feira 30, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) anunciou o início da fabricação do Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) utilizado na vacina contra a covid-19. Trata-se do insumo destinado à produção do imunizante desenvolvido pela parceria entre a Universidade de Oxford e a farmacêutica AstraZeneca.

Leia também: “Covid-19: ocupação de UTI despenca para 44% na cidade de São Paulo”

Nessa etapa, o laboratório de Bio-Manguinhos produzirá três lotes, dois para pré-validação e um para validação. As doses passarão por testes de controle e serão comparadas com o produto original junto à AstraZeneca.

-Publicidade-

“A previsão é que as doses 100% nacionais comecem a ser entregues no último trimestre do ano, trazendo autossuficiência para o país”, informou a Fiocruz em comunicado. “Antes mesmo da disponibilização dessas vacinas, as entregas que a Fundação realiza com o IFA importado, de forma ininterrupta há 20 semanas, foram utilizadas em aproximadamente metade das pessoas que já foram imunizadas no Brasil”.

A instituição informou ainda o envio à Agência Nacional de Vigilância Sanitária da documentação para alterar o registro da vacina, informando o novo local de fabricação do IFA.

 

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

7 comentários

  1. Taí uma notícia boa.
    Capacitar a Fiocruz foi a grande jogada do governo federal para enfrentamento da pandemia. O tratamento precoce, infelizmente, foi neutralizado a nível mundial, mas teria sido mil vezes melhor. Isso aí vai tirar o Brasil da condição de refém daquela facção de São Paulo e também dos chineses, que já chegaram a boicotaram o IFA como demonstração de poder sobre o Brasil. A vacina da AstraZeneca é de boa eficácia, bom custo de produção e tem efeitos colaterais conhecidos e controláveis. A produção local do IFA também dará segurança à cadeia logística dos fabricantes de vacinas animais, explodindo a capacidade de produção do país. Pode-se dizer que até o fim do ano a pandemia estará totalmente dominada. E mais. Toda a América Latina será beneficiada com um fornecedor parceiro, de uma vacina eficaz e acessível. Um excelente trabalho das gestões do general Pazuello e do dr Queiroga.

    1. Há algumas semanas, li que o contrato do Butantan com os chineses também prevê transferência de tecnologia do IFA da Coronavac, mas os negociadores dos laboratórios de vacinas para animais estavam percebendo uma intenção monopolista do instituto. Uma contradição, vindo de quem afirmava que a prioridade era salvar vidas. Excesso de ganância inviabiliza o negócio.

      1. PARABÉNS FIOCRUZ!! PARABÉNS PRESIDENTE BOLSONARO!!! ENQUANTO A OPOSIÇÃO JOGA CONTRA O BRASIL , O GOVERNO COMPETENTE TRABALHA A FAVOR DO POVO.

  2. O merchant de SP sequer mostrou o contrato que escondido do povo fica em suspeição.
    O Presidente Bolsonaro é herói guerreiro, mas o povo tem que dar sustentação contra os políticos e os supremos soberbos malignos.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro