CPI da Covid quebra sigilo fiscal de Ricardo Barros e Frederick Wassef

Líder do governo na Câmara e advogado da família Bolsonaro entram de vez na mira das investigações
-Publicidade-
O líder do governo na Câmara, Ricardo Barros, está na mira da CPI da Covid
O líder do governo na Câmara, Ricardo Barros, está na mira da CPI da Covid | Foto: Billy Boss/Câmara dos Deputados

A CPI da Covid aprovou nesta quinta-feira, 19, a quebra do sigilo fiscal do líder do governo na Câmara, deputado Ricardo Barros (PP-PR), e de Frederick Wassef, advogado da família Bolsonaro. A medida foi tomada um dia depois de Barros ter sido incluído na lista de investigados pela comissão, em decisão tomada pelo relator do colegiado, Renan Calheiros (MDB-AL).

Em relação a Wasseff, os integrantes da CPI querem saber se o advogado participou de alguma forma das negociações para a aquisição de vacinas contra a covid-19.

Leia mais: “Líder do governo na Câmara é incluído em lista de investigados pela CPI”

-Publicidade-

Os parlamentares também solicitaram à Receita Federal a relação de empresas das quais Barros e Wassef participaram nos últimos cinco anos. Eles pretendem saber detalhes sobre o faturamento, a relação de notas fiscais emitidas, clientes, fornecedores e o lucro dessas empresas, para apurar eventuais “indícios de crimes, fraudes, irregularidades ou comportamentos e movimentações atípicas”.

Leia também: “Advogado da Precisa passa de testemunha a investigado na CPI”

Nesta quinta, como informou Oeste, a CPI da Covid ouve o depoimento de Francisco Maximiano, sócio da Precisa Medicamentos, empresa apontada como intermediária entre a Bharat Biotech — fabricante da vacina indiana Covaxin —, e o Ministério da Saúde.

Telegram
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro