Depois de ir à Justiça contra o Facebook, Eduardo Bolsonaro recupera conta

O parlamentar não fazia postagens na rede social desde o dia 12 de julho
-Publicidade-
O deputado Eduardo Bolsonaro foi censurado no Facebook e recuperou a conta depois de entrar na Justiça
O deputado Eduardo Bolsonaro foi censurado no Facebook e recuperou a conta depois de entrar na Justiça | Foto: Lula Marques/Fotos Públicas

O Facebook restabeleceu nesta terça-feira, 20, a conta do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), que havia sido suspensa. O parlamentar não fazia postagens na rede social desde o dia 12 de julho. Ele entrou na Justiça contra a censura imposta pela empresa.

Segundo o Facebook, o perfil do filho do presidente Jair Bolsonaro foi suspenso por uma publicação “removida indevidamente”. A postagem em questão foi feita no dia 10 de julho e mostrava frases e imagens do ditador nazista Adolf Hitler. Na verdade, Eduardo criticava a esquerda brasileira e escreveu, na ocasião: “As técnicas utilizadas hoje em dia não são novas”.

Leia mais: “#TwitterCensura: perfis conservadores denunciam ‘sumiço’ repentino de seguidores”

-Publicidade-

“Fiz uma crítica no Facebook mostrando como a esquerda usa táticas nazistas para censurar e mentir. Resultado: o Facebook me suspendeu por 30 dias e a mídia mentiu que era porque eu havia feito ‘apologia ao nazismo'”, escreveu o deputado no Twitter, comentando o episódio.

Leia também: “Facebook é acusado por Biden de ‘matar gente’ com desinformação sobre covid-19; rede social rebateu”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site