-Publicidade-

Desembargador do TJ-RJ determina retirada de tornozeleira eletrônica de Queiroz

Decisão foi tomada na esteira da revogação da prisão domiciliar do ex-assessor de Flávio Bolsonaro
Fabrício Queiroz foi preso preventivamente em junho do ano passado
Fabrício Queiroz foi preso preventivamente em junho do ano passado | Foto: Reprodução/TV Globo

O desembargador Milton Fernandes de Souza, do Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ), determinou a retirada da tornozeleira eletrônica de Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), e de sua esposa, Márcia Aguiar. A decisão foi tomada na esteira da revogação da prisão domiciliar de Queiroz pela Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ). As informações são do jornal O Globo.

Leia mais: “Gilmar Mendes dá aval para soltura de Fabrício Queiroz”

“A revogação das prisões abrange a retirada dos dispositivos eletrônicos de controle. Aditem-se os alvarás para deles constar as retiradas desses dispositivos”, anotou o desembargador em seu despacho. A determinação será cumprida já nesta sexta-feira, 19.

Queiroz e Márcia foram presos preventivamente em junho de 2020, por ordem do TJ-RJ, acusados de tentar atrapalhar as investigações do caso das “rachadinhas”.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.