‘Dizer que o tratamento precoce não tem efeito é mentira’, afirma presidente do CFM

Mauro Ribeiro defende a autonomia dos médicos e critica a politização do surto de coronavírus
-Publicidade-
O presidente do Conselho Federal de Medicina, Mauro Ribeiro | Foto: Geraldo Magela/Agência Senado
O presidente do Conselho Federal de Medicina, Mauro Ribeiro | Foto: Geraldo Magela/Agência Senado

O presidente do Conselho Federal de Medicina (CFM), Mauro Ribeiro, disse que não é verdade a afirmação segundo a qual o tratamento precoce contra a covid-19 é ineficaz. “Infelizmente, certos assuntos foram proibidos. Essa história de que está estabelecido na literatura que o tratamento precoce não tem efeito na fase inicial é mentira”, declarou, em entrevista ao Jornal da Manhã, da rádio Jovem Pan, nesta quinta-feira, 25. “Há trabalhos que mostram os benefícios [da terapêutica] na fase inicial, e outros, não. Essa é a realidade. Temos a relação dos trabalhos”, acrescentou o especialista.

Segundo Ribeiro, há muitas dúvidas sobre a covid-19 — incluindo acerca do lockdown —, o que é natural ao se falar de ciência. O especialista criticou, ainda, o documento da Associação Médica Brasileira contra a utilização de remédios no enfrentamento ao coronavírus. “Quem tem atribuição legal de modo a definir o que pode ou não ser utilizado é o CFM”, disparou. Em meio às incertezas, Ribeiro defende a autonomia dos profissionais de saúde: “Qual foi a nossa postura sobre o tratamento precoce? Deixar o médico definir o que é melhor para o paciente dele”.

“O CFM não incentiva o tratamento precoce ou o condena, tampouco bane”, afirmou. “Falar que a hidroxicloroquina e a ivermectina matam é falácia. Quem quer fazer o tratamento precoce, que faça. Quem não quiser, não faça”, observou.

-Publicidade-

Leia também: “A solução que venceu a ideologia”, reportagem publicada na Edição 3 da Revista Oeste

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

62 comentários Ver comentários

  1. Eu não sou médico, fui advogado, mais como cidadão informado, eu intendo que há dois pesos e duas medidas, uma é o médico receitar o coquetel e outra é o cidadão comum se automedicar, cultura enraizada do brasileiro, se A toma o coquetel por receita de seu médico e fala para seu vizinho que funciona com ele e toda a sua família, ” Eu usei e minha família usou mais no médico só quem foi fui eu ” . Então eu concluo que o que bom para mim pode não ser bom para você. B não vai ao médico nem ele ou sua família, todos compram e tomam o coquetel, funcionou? Funcionou para um mais não funcionou para a maioria, todos pegaram Covid, principalmente a “Cepa Inglesa” B teve complicações de Hepatite Medicamentosa, precisava urgentemente de um novo fígado e foi a óbito e sua família? Alguns desenvolveram a Covid leve outros precisaram de internação no respirador e um foi entubado. Eu pergunto de quem é a culpa? De quem usou primeiro segundo a receita do médico que receitou( A ) ou ( B) que não foi ao médico e tomou por conta própria e incentivou sua família a fazer o mesmo. E a família de( A ) ? Com “A”, não aconteceu nada, não foi infectado, se foi, contraiu a forma leve da ” Cepa ” 1, sua família se foram contaminados com a forma leve, nem sintomas tiveram, mais pelo menos disseminaram. Conclusão é preferível você que é médico, sabendo pela imprensa das “duvidas” do sucesso do tratamento, não receite este medicamento s/comprovação cientifica enquanto não tiver certeza que dar resultado.

  2. Não sou médico, mas idoso aposentado que ainda não entendeu qual medicação foi usada na China para curar os quadros graves da doença provocada pelo vírus de sua própria autoria.
    Sim, é necessário informar a população mundial como um pais com 1,4 bilhão de habitantes nem aparece nas estatísticas dos países mais contaminados e com elevada letalidade, e que parece ter adquirido a tal imunidade de rebanho. Houve lockdown em todo território chines? Com as vacinas Sinopharm e Sinovac é que não foi.
    A proposito, nossos atuais “cientistas” dizem que a imunização de rebanho só será atingida com a vacinação, inclusive de quem já foi infectado e curado. Dá para entender então o que aconteceu na China?
    Curioso também é nossos “cientistas” condenarem a medicação que já curou 90% dos casos notificados, que a incendiária Globo nunca revelou sequer os pacientes recuperados. Foi só com aspirina?

    1. Você disse no inicio que você não é médico, mais acredita que o vírus foi fabricado na China( Politica), a China é um País de politica de um Partido Único, pode ter aberto as portas para seu povo conhecer outras culturas, mais ainda é um Pais fechado não permite difusão de noticias que deprima a nação, então você nunca vai saber de fontes oficiais do governo se eles tomaram alguma medicação preventiva ou se todos foram vacinados ou quantos morreram. Não compare a China a outros países democráticos a China é uma Korea do Norte de portas abertas porque namora o capitalismo mais é comunista, então você nunca vai saber se foram “Vitimas ou Vilões “

      1. Sr. Paulo, não quis dizer que o vírus foi “fabricado” na China, mas que lá teve origem, e se a “Ciência OMS” poderia melhor informar como foi o sucesso chinês de combate a tão grave pandemia. Só isso.

  3. Bom dia a todos! Minha irmã (43 anos),meu sobrinho(10anos)pegaram COVID e ainda estão se tratando, não tinham tomado ivermectina ainda. Agora estão tomando! E, graças a Deus estão melhorando, minha irmã também tomou hidroxocloroclina. Minha mãe (81anos), que mora com eles e não conseguiu ser vacinada e faz uso da ivermectina (02) de 15 em 15 dias teve contato com o vírus e o resultado do exame NÃO DETECTADO. Eu tive contato direto com eles e também não peguei! Tomem Ivermectina! Sou advogado e moro em Fortaleza! Tenho os exames! Aqui na Universidade do Ceará tem um excelente trabalho sobre a ivermectina. Obrigada pela atenção e fiquem todos com Deus!

  4. Revista oeste sabemos que vcs são imparciais nas reportagens façam uma reportagem com médicos brasileiros formados no exterior. Vejam a dificuldade destes médicos e como sao os estudos nós outros países.

  5. CFM neste ponto está correto. Mas quando se fala de revalida. No Brasil faltam médicos e são 15.000 médicos brasileiros que se formaram no exterior sem oportunidade para ajudar. Revalida que o CFM tanto fala está pior que o concurso da PF. O candidato para mostrar conhecimento em medicina que segundo o CFM a prova é fácil. Deve alcançar 92 pontos. Sendo 63 prova fechada e 29 prova aberta. Detalhe se não tirar os 63 nem corrigem a aberta. Onde o candidato pode ser melhor para escrever do que marcar ele não tem está oportunidade. Papel do CFM. E depois disso tem que gastar mais 12.000 mil reais para a prova prática. Fácil revalidar o diploma. Neste valor está incluso inscrição cerca de 3.600, mais curso para prática, despesas de hospedagem, passagens e alimentação. Se não for mais. CFM difícil fazem proteção do mercado mesmo com pessoas morrendo por falta de profissionais.

  6. Sou médico do programa Mais Médicos. E aqui no Pará, a maioria dos pacientes já chegam depois de tomar ivermectina e azitromicina além de vitamina C. E na Medicina baseada em evidências nota- se que aqueles que ficaram tomando chás. Foram para a internação e chegam ao atendimento pós alta hospitalar totalmente debilitados. A decisão é do médico se o paciente quiser tomar que tome após as explicações médicas que tome.

  7. Seria muito interessante se perguntassem ao Dr. DAVID UIP por que tomou cloroquina, se curou é ainda processou o gerente da farmácia que divulgou a auto prescrição. Obs: ainda obteve ganho de causa e receberá indenização!!!

      1. Para sua frustração e decepção isso não acontecerá esquerdista de M…

  8. Estamos enfrentando várias guerras, com inimigos por todos os lados. Pandêmica com esse vírus terrível. Ideológica com seus insanos apaixonados. Financeira devido à corrupção praticada por políticos espertalhões aproveitando-se do momento. Criminosos pé de chinelo aproveitando para aplicar golpes de toda ordem. Enfim, NÓS ENQUANTO CIDADÃOS DE BEM ESTAMOS SEM BECO E SEM SAÍDA. Se ficar o bicho pega, se correr o bicho come. A propósito, QUEM TRM QUE DECIDIR O QUE QUER TOMAR PRA VIVER É O PACIENTE JURAMENTE COM SEU MÉDICO, não são esse “representantes”engravatados que ficam com o rabo na cadeira falando besteira o dia inteiro não. Parabéns!!! Dr Mauro. IRRETOCÁVEL!!!!!!

    1. Concordo, existe muita política nisso e Bolsonaro deveria perceber que, eles fazem e falam para provoca ló! Ele não deveria se irritar e deixar eles falarem, par não criar mais problemas.

    1. Eu acredito no tratamento precoce, estou com covid a oito dias e fiz tratamento com o Azitromicina por 5 dias, ainda tenho tosse e um pouco de falta de ar, mas acredito que sem o tratamento estaria pior.

  9. Criticar o tratamento precoce em um país onde não há leitos hospitares e médicos suficientes para o combate da peste chinesa é criminoso.

  10. Contra fatos e números ninguém pode , Porto Feliz e Porto Seguro tem o mesmo número de mortes 50 mil habitantes em torno de 46 , contra 70 do Brasil, se todos tivessem seguido o tratamento precoce junto com o protocolo de Porto Feliz e Porto Seguro teríamos evitado mais ou menos 100 mil mortes. Podem conferir.

  11. Postura digna e coerente.
    Se no futuro houver comprovação de ação parcial com capacidade de redução de óbitos, os GENOCIDAS já estarão consagrados e conhecidos.
    O inferno estará garantido a essa gentalha!

  12. Tenho 12 irmãos e somente 2 deles, comunistas chatks, gente de 60 anos de pouco ou nenhum trabalho sobreviverão dessa epidemia.
    O resto toma IVERMECTINA 1 x ao mês, 1 compr p cada 30 kg de peso corporal.
    Exercícios, caminhada e vitaminas.
    NUNCA ASSISTIR A GLOBOLIXO e jornais de Bandnews.
    Receita completa!!!

  13. Ivermectina funciona, e é por isso que a imprensa GENOCIDA ataca tanto o remédio. https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/33065103/
    https://c19ivermectin.com/
    https://swprs.org/who-preliminary-review-confirms-ivermectin-effectiveness/
    https://peckford42.wordpress.com/2021/02/09/in-peru-ivermectin-cut-covid-deaths-by-75-in-6-weeks-cheap-safe-and-quite-ignored/

  14. Já peguei a Covid dentro da UTI pois tive um infarto. Minha esposa ia todos os dias me visitar , tomo ivermequitina e não pegou nos 30 dias que foi no hospital. Não divulgam pq o PR vai ter razão e a esquerda prefere que vc morra em casa como disse o Mandeta.

    1. Perfeito Dr Luiz Alberto. A Prevent Senior trata precocemente Covid-19 desde Abri/20. Não há para tanta demora, quando há 1 ano já havia evidências do êxito do tratamento.

      1. Se isso fosse condição necessária e suficiente, com certeza você não estaria mais trazendo suas opiniões aqui.

      2. Falar que o Kit é mais caro que vacina é realmente ser um alienado. As vacinas custam bilhões aos cofres públicos e quem paga somos nós.

  15. Como médico devo dizer que concordo com o colega quanto ao tto precoce.isso é problema médico.
    Só não entendo pq dessa opinião tão fora do “timing”,tardia e depois que foi tudo dominado pelos políticos e juízes.
    Deveria assumir as rédeas desde o início da pandemia,para que não houvesse esse circo que estamos assistindo.
    Condeno o CFM,pela sua omissão covarde.

    1. Conheço muitas pessoas que fizeram o tratamento precose aqui em Brasília, inclusove parentes meus, sendo que alguns deles estavam com sintomas iniciais de COVID-19. Todos eles depois do tratamento precose ficaram curados. O valor do kit completo, algum deles eu comprei para algumas pessoas, custaram 150 reais. Essas pessoas que são contra estão sendo beneficiadas de forma indireta com o não uso do tratamento precose. Uma solução barata e eficaz que a indústria farmacêutica está de cabelo em pé e fazendo tudo para não aceitarem.

      1. Se a vacina é gratuita para a população, o tal kit para tratamento precoce sai mais caro !
        Uma lógica q burro não entende.

    1. Provado já está: https://noticias.r7.com/saude/ivermectina-pode-reduzir-risco-de-morte-em-ate-75-diz-estudo-21012021?amp
      Evidências com Raissa Soares/BA, Cássio Prado/SP, Vladimir Zelenko/USA, Marina Bucard/ESP, Albert Dickson/RN, Lucy Kerr/SP q trataram milhares de pessoas .
      Quero ver as pessoas q deliberadamente negaram o tratamento e o paciente foi a óbito, serem punidas por isso.

      1. Concordo com posiçao Dr.Mauro a decisao do tratamento seja no covid ou qualquer outra doença tem que ser do medico, falam da cloroquina etc.. na minha familia varios primos, tio foram curado com cloroquina.
        Aproveitando quero aqui dar meus elogios, consideracao etc.. a todos medicos do mundo que deus abençoe estao trabalhando demais incansavel e arriscando suas vidas e familiares na linha de frente desta doenca e virus maltido chamado coronavirus

    2. Pode ter a certeza absoluta que será provado. E cabeças irão rolar, menos aqui na Banânia. Por que este é um país de COVARDES que aceita passivamente tudo o que esses tiranetes malditos estão fazendo com ajuda do “stf” e de grande parte do “congresso”.

  16. Quem não quer fazer tratamento precoce e quer morrer mais rápido, fica a vontade você é livre, só não venha encher o meu saco.

  17. Esta declaração é preciso ser divulgada na grande mídia.
    Ontem na jovem pan a Amanda esquerdista falou que a CFM é contra o tratamento precoce com os devidos medicamentos relatado na reportagem.

    1. Por quê os defensores do tratamento precoce não apresenta os estudos comprovando a sua eficiência, toda matéria diz: Há trabalhos que mostram os benefícios [da terapêutica] na fase inicial, e outros, não. Essa é a realidade. Temos a relação dos trabalhos”, acrescentou o especialista

      1. Muito bem colocado, se surti efeito não pode haver indeterminação; se serve apresentem os resultados e pronto. Resultado concreto.

      2. Apresentam sim e não são poucos, são inúmeros, porém a grande mídia com seus “especialistas” tratam de demonizar. Se você pesquisar corretamente verá que os que indicam são profissionais renomados com vários artigos publicados de repercussão internacional em varias especialidades e os “especialistas” da grande mídia são pesquisadores pífios com artigos medíocres e sem impacto nenhum na contribuição científica internacional, porém são em sua maioria “gestores” públicos, privados ou envolvidos em associações escusas bancadas por gigantes da indústria farmacêutica. Isso não é falácia, são fatos, basta pesquisar corretamente. E é lógico que NUNCA sairá na grande mídia que tem os mesmos interesses financeiros que essas grandes corporações. Médico de verdade se preocupa em salvar os pacientes, e é o que Milhares deles fazem com tratamento precoce. Simples assim.

  18. Nada existe de correto no que diz respeito ao tratamento ou prevenção desse vírus. Então, se não sabe o que diz, é preferível ficar calado. Se para você não adianta, para outros profissionais, e nele me incluo, vale a tentativa. O que importa é o profissional medico, com franqueza, expor ao seu paciente a situação, que aceitará ou não. Fim de conversa. Convém lembrar que “afogado procura cabelo até em cabeça de careca”.

    1. Tudo muito bom …. Até a parte da franqueza e esclarecimento aos pacientes…Isso não está acontecendo… 16 prescrições na parte da manhã vermífugo e macrolideo Az…
      Apenas 1 paciente informado sobre a questão de tal tratamento. Descaso MT descaso… “Apenas toma isso aqui”

    2. Temos então um problema. Se há profissionais dizendo que o tratamento precoce funciona é outros dizendo que não funciona e pode até trazer malefícios ao paciente, é lógico que há um bom grupo de médicos falando bobagem, seja qual for o grupo. Triste saber que há tantos médicos ruins no Brasil. Talvez saibam muito da sua especialidade, mas só isso.

      1. Olha, decidir se um remédio é bom ou não pra determinada doença não está na alçada de um simples médico. Médico tem conhecimento pra tratar doenças com os medicamentos que foram descobertos, testados e atestados por cientistas / pesquisadores. Quando se trata de ciência em qualquer área é normal e desejável que se tenha divergências, mas pra se atestar algo deve-se ter evidências fortes, e até hoje não existem evidências sobre assunto que não sucumbiram.

  19. Nossa, já são quase 10:30h e não lacraram o dr. Mauro ainda?? Pessoalzinho está lento hoje. Não broquearam as contas dele nas redes sociais? Não vão entrar com pedido de interdição no STF?

    1. Sou médica desde 1977, trabalhei em grandes hospitais públicos em São Paulo e concordo plenamente com a postura do Conselho Federal de Medicina. Hoje temos politização e cancelamento até dos profissionais técnicos em saúde, se pensarem fora da bolha! Um absurdo. A medicina sempre foi a arte da observação, do conhecimento e do bom senso. Sempre existiram posturas diferentes em vários tratamentos desde que obedeçam a ética e o conhecimento científico. O que está acontecendo é inacreditável.

      1. Sou médico desde 1974. Tratamento precoce de patologias é conduta sábia e prescrita desde os tempos de Hipócrates. Por que aguardar o agravamento da moléstia?
        A cloroquina, como QUALQUER MEDICAMENTO, tem contraindicações e efeitos colaterais, porém raríssimos, como podem atestar os reumatologistas, que a prescrevem frequentemente em pacientes portadores de doenças autoimunes.
        O que observo é uma manada de ignorantes mal intencionados, inclusive com médicos militantes, usando da tragédia para proselitismo político.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.