-Publicidade-

Doria não quer Bolsonaro em SP para passear de ‘jet ski’

Governador comentou a intenção do presidente em visitar região do Estado de São Paulo
João Doria e Jair Bolsonaro durante encontro em Brasília em 2018 | Foto: MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL
João Doria e Jair Bolsonaro durante encontro em Brasília em 2018 | Foto: MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL | jet ski - joão doria e jair bolsonaro - agência brasil

Governador comentou a intenção do presidente de visitar região do Estado de São Paulo

jet ski - joão doria e jair bolsonaro - agência brasil
João Doria e Jair Bolsonaro durante encontro em Brasília em 2018
Foto: MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), ironizou a intenção do presidente da República, Jair Bolsonaro, de visitar o Vale do Ribeira. Ao analisar a possível agenda do mandatário do país, o tucano destacou que a região acaba de regredir no combate ao novo coronavírus. Assim, voltará, a mando dele, ao chamado “alerta vermelho”.

Leia mais: “Vale do Ribeira volta para fase vermelha do Plano São Paulo”

Apesar de dizer que Bolsonaro será bem-vindo, o governador paulista aproveitou para criticá-lo. “Soube que o presidente pretende visitar o Vale do Ribeira. Ele é sempre bem-vindo, mas visitar o Vale do Ribeira para andar de jet ski no Rio Ribeira e passear de helicóptero talvez não seja o melhor momento”, declarou Doria em coletiva de imprensa realizada nesta sexta-feira, 31, no Palácio dos Bandeirantes.

Posteriormente, Doria revelou a intenção de fazer do governo paulista parceiro da União. Mas, mesmo falando em parceria, ironizou o presidente, que acaba de se recuperar da covid-19. “O governo federal pode ser parceiro do governo de São Paulo. Pode ser parceiro nos programas de turismo, pode ser parceiro nos programas sociais, nos programas de saúde, de educação e nos programas de empreendedorismo”, disse o tucano. “Quem sabe aí, após essas manifestações, eu me disponha a passear de jet ski com o presidente Jair Bolsonaro no Vale do Ribeira. Neste momento, nossa prioridade é proteger vidas”, prosseguiu o governador, conforme noticiado pelo portal UOL.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.