-Publicidade-

‘É uma questão pessoal’, diz Queiroga sobre vacinação de Bolsonaro

Ao ser indagado se o presidente receberia a primeira dose do imunizante neste sábado, o ministro da Saúde desconversou: 'Não me falou nada'
Com 66 anos, o presidente Jair Bolsonaro já pode se vacinar contra a covid-19
Com 66 anos, o presidente Jair Bolsonaro já pode se vacinar contra a covid-19 | Foto: Cláudio Reis/FramePhoto/Estadão Conteúdo

Na entrevista coletiva que concedeu após ter se reunido, de forma virtual, com o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, despistou quando indagado se o presidente Jair Bolsonaro tomaria a primeira dose da vacina contra a covid-19 neste sábado, 3.

Leia mais: “Queiroga diz que ‘evitar lockdown é a ordem’, mas cobra esforço da população”

“Essa questão do presidente Bolsonaro se vacinar é uma questão pessoal, privada. Ele não me falou nada disso”, limitou-se a dizer Queiroga. 

Bolsonaro, que recentemente completou 66 anos, em tese já pode receber a imunização. No Distrito Federal, a vacinação para idosos a partir dessa faixa etária começou hoje.

Quebra de patente

Durante a entrevista, Queiroga também foi questionado sobre a possibilidade de quebra de patente das vacinas contra a covid-19. O ministro da Saúde demonstrou ceticismo.

“Se quebra de patente ampliasse oferta de vacina, seria uma ação para ser analisada. Mas, na minha análise inicial, isso não vai ampliar a oferta de vacina”, afirmou.

Leia também: “O que o setor privado pode fazer pela vacinação”, reportagem de Paula Leal publicada na Edição 54 da Revista Oeste

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.