Em culto, Witzel pede para trocar fuzil por ‘Bíblia’

Governador afastado do Rio de Janeiro diz ter tido coração "tocado" por Deus
-Publicidade-
Wilson Witzel, governador afastado do RJ
Wilson Witzel, governador afastado do RJ | Foto: Reprodução/Instagram

O governador afastado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), mudou o discurso em relação à segurança pública. Vídeo divulgado nas redes sociais na semana passada mostra o político participando de culto de igreja evangélica. Na ocasião, ele mostra-se contrário à tese de fazer a polícia “mirar na cabecinha” de criminosos, como dizia ao ser eleito, em 2018.

Leia mais: “Réu, Witzel defende-se de acusações: ‘processo penal duvidoso’”

-Publicidade-

Agora, Witzel apresenta-se como defensor de que a religiosidade deve atuar no combate à criminalidade. “Troque o seu fuzil por uma Bíblia porque nós vamos te salvar”, declarou o governador afastado. O discurso do membro do PSC foi feito durante culto de unidade em São João de Meriti, município da Baixada Fluminense, da igreja evangélica Assembleia de Deus dos Últimos Dias (ADUD).

A ADUD tem como um de seus líderes o pastor Marcos Pereira da Silva. O religioso tem problemas com a Justiça. Em 2013, foi condenado a 15 anos de prisão pelo crime de abuso sexual. Apesar da pena, ele segue em liberdade — e esteve presente no culto em que Wilson Witzel discursou, ocasião em que chegou a ser abraçado pelo governador afastado do Rio de Janeiro.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.