Fiocruz afirma que sua vacina tem efetividade contra variante brasileira

Imunizante Oxford/AstraZeneca é um dos mais aplicados no mundo
-Publicidade-
Vacina Oxford/AstraZeneca, produzida pela Fiocruz | Foto: Rodolfo Buhrer/FotoArena/Estadão Conteúdo
Vacina Oxford/AstraZeneca, produzida pela Fiocruz | Foto: Rodolfo Buhrer/FotoArena/Estadão Conteúdo

O vice-presidente de Produção e Inovação em Saúde da Fiocruz, Marco Krieger, disse nesta quinta-feira, 22, que a vacina Oxford/AstraZeneca contra covid-19 estimula resposta imune capaz de fazer frente à variante P1, que se espalhou rapidamente pelo Brasil depois de ter sido detectada pela primeira vez em Manaus.

O imunizante, produzido no Brasil pela Fiocruz, é um dos mais aplicados no mundo e tem outras vantagens, como o custo mais baixo e a possibilidade de armazenamento em refrigeradores menos avançados, com temperaturas de 2 a 8 graus Celsius. Segundo Krieger, estudos indicam a efetividade da vacina “no mundo real”, quando a eficácia dos testes clínicos é posta à prova.

Leia mais: “Fiocruz deve entregar 5 milhões de vacinas na sexta-feira”

-Publicidade-

“Até o momento, as informações são de tranquilidade. Os dados são de que temos, sim, uma variante de preocupação, que tem, sim, uma capacidade maior de transmissibilidade. A gente está vendo um momento da pandemia muito difícil em boa parte do Brasil, mas a boa notícia é que, apesar de todas essas características, a vacina, nesse momento e para essa variante, tem a condição de ser utilizada como uma ferramenta de controle”, pontuou.

Estudo publicado nesta semana pela Fiocruz em parceria com a Universidade de Oxford e outras instituições indica que os anticorpos produzidos pela imunização reconhecem mais a variante britânica e menos a variante sul-africana, que acumula um número maior de mutações. A variante P1, brasileira, fica em uma posição intermediária nessa escala.

Quando é analisada a resposta imune celular, entretanto, dados de outro estudo publicado por uma universidade norte-americana mostram que ela não se altera de forma significativa diante das variantes.

Com informações da Agência Brasil

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro