-Publicidade-

Fiocruz e Ministério da Saúde irão construir a maior fábrica de vacinas da América Latina

A unidade será capaz de produzir 600 milhões de doses de imunizantes por ano
Foto: Divulgação/Fiocruz
Foto: Divulgação/Fiocruz
O investimento para a execução do projeto é estimado em R$ 3,4 bilhões | Foto: Divulgação/Fiocruz

Na sexta-feira, 5, a Fundação Oswaldo Cruz lançou o edital para a construir a maior fábrica de vacinas da América Latina. A unidade será capaz de produzir 600 milhões de doses de imunizantes por ano. O complexo terá 344 mil metros quadrados de área e sua localização será no Distrito Industrial de Santa Cruz, na cidade do Rio de Janeiro. Cerca de 1,5 mil funcionários serão empregados na operação do local.

Leia também: “Coronavírus: Fiocruz recebe hoje primeiro lote do insumo para fabricar a vacina”

A obra deve gerar 5 mil empregos diretos. A construção se dará pela modalidade Built to Suit. Neste modelo o imóvel é construído de acordo com a demanda do locatório. O investimento para a execução do projeto é estimado em R$ 3,4 bilhões. Os investidores poderão cobrar por  um aluguel que não supere 1% deste valor — depois desse período, o imóvel será revertido ao inquilino.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

  1. Isto é que dá né Butantã!
    Ninguém, mas ninguém mesmo tem 2 patrões!!!
    Mesmo com 1 patrão rabugento podemos ter problemas em crises globais!
    Um Covas não soou bem como porta voz de 1 laboratório, ainda mais q os sociopatas andam execrados pelos homens de bem.
    Vcs vão ter q acabar de construir a ampliação com o nosso empréstimo, e pagarão criando pandemias!!!
    Em Cuba, ou outras veredas comunistas!

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês