Governo acerta compra de 138 milhões de doses de vacinas com Pfizer e Janssen

A informação foi confirmada pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, em publicação no Facebook
-Publicidade-
Mais brasileiros poderão ser imunizados contra a covid-19
Mais brasileiros poderão ser imunizados contra a covid-19 | Foto: Reprodução/Governo Federal/Banco de Imagem

O governo brasileiro concluiu a assinatura dos contratos com a farmacêutica norte-americana Pfizer para a compra de 100 milhões de doses do imunizante contra o novo coronavírus e com a belga Janssen, subsidiária da Johnson & Johnson, para a aquisição de 38 milhões de doses de vacinas. A informação foi confirmada pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, em publicação no Facebook. O acordo com a Janssen prevê a entrega dos produtos no último trimestre de 2021 ao custo de US$ 10 por dose. Já o contrato com a Pfizer prevê a entrega de 13,51 milhões de doses do imunizante no segundo trimestre de 2021 e de mais 86,48 milhões de doses no terceiro trimestre, totalizando 100 milhões de doses de vacinas. Ao todo, os imunizantes da Pfizer custarão pouco mais de US$ 1 bilhão (cerca de R$ 5,46 bilhões, em conversão direta) ao governo brasileiro, com custo aproximado de US$ 10 por dose. Já as vacinas da Janssen terão custo total de US$ 380 milhões (cerca de R$ 2,07 bilhões).

Leia também: “Vacinação de idosos entre 69 e 71 anos começa no dia 27 em São Paulo”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.