Governo faz campanha contra aproveitamento político de “coronavoucher”

Ideia é evitar que políticos peguem carona com a ajuda federal destinada a trabalhadores informais justamente em ano eleitoral
-Publicidade-
Aviso foi postado nesta quinta nas redes sociais do governo
Aviso foi postado nesta quinta nas redes sociais do governo

Ideia é evitar que prefeitos e governadores peguem carona com a ajuda federal destinada a trabalhadores informais

Aviso foi postado nesta quinta nas redes sociais do governo
-Publicidade-

O Palácio do Planalto iniciou nesta quinta-feira, 9, uma campanha de conscientização aos eleitores sobre o possível aproveitamento político do auxílio emergencial de R$ 600 para trabalhadores informais, também chamado de “coronavoucher”.

MAIS POLÍTICA: PSDB prepara oposição ao governo Jair Bolsonaro

Integrantes do governo têm recebido informações de que prefeitos do interior tentam pegar carona no benefício instituído pelo governo por conta do coronavírus. O pagamento começou a ser feito nesta quinta-feira. O governo deve gastar em torno de R$ 98 bilhões com os repasses diretos.

Na tarde desta quinta, a Secretaria de Comunicação fez um post nas redes sociais alertando os eleitores alegando que “o auxílio de R$ 600 por pessoa não é de prefeituras, nem de governos estaduais. O auxílio é fornecido pelo governo federal, para a população, graças aos impostos pagos pela própria população”. Depois da mensagem, o post ressalta: “É dinheiro dos brasileiros, para os brasileiros”.

Essa foi uma das primeiras peças da nova empresa de mídia contratada pelo Secom para gerir as redes sociais do governo federal. A iComunicação foi contratada por meio de dispensa de licitação por R$ 4,8 milhões.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

5 comentários

  1. Como todos os político querem usufruir da publicidade emanada dos feitos do Bolsonaro, foi muito boa a ideia de deixar claro quem fez é quem pagou o benefício.

  2. O Presidente fez bem em alertar sobre a origem do dinheiro. Evita que políticos mentirosos e desonestos tirem proveito político, dizendo que foram eles que conseguiram a verba.
    Se quisessem ajudar as pessoas necessitadas, teriam deixado usar o dinheiro que irão usar para bancar a campanha eleitoral, para ajudar famílias que estão passando necessidade, com a quarentena.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site