Governo federal libera R$ 418 milhões para 14 Estados

Os recursos serão destinados para recuperação de rodovias danificadas pelas chuvas
-Publicidade-
O governo mapeou a maior parte dos estragos causados pelas chuvas nas últimas semanas
O governo mapeou a maior parte dos estragos causados pelas chuvas nas últimas semanas | Foto: Isac Nóbrega/PR

O governo federal vai destinar um crédito extraordinário de R$ 418 milhões para o Ministério da Infraestrutura. A Medida Provisória foi editada na quinta-feira 20 pelo presidente em exercício, Hamilton Mourão (PRTB).

Os recursos serão usados para a recuperação de rodovias atingidas pelas chuvas em 14 Estados: Acre, Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso, Pará, Piauí, Rio de Janeiro, Rondônia, São Paulo e Tocantins.

No fim de dezembro, o governo já havia liberado R$ 200 milhões para a recuperação de rodovias em diversas regiões, principalmente Bahia e Minas Gerais.

-Publicidade-

O próprio presidente Jair Bolsonaro, que está em visita oficial ao Suriname, anunciou a liberação dos recursos durante sua live semanal, transmitida pelas redes sociais.

De acordo com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, que também participou da live, o governo mapeou a maior parte das rodovias danificadas pelas chuvas e enchentes ocorridas nas últimas semanas.

“Temos contratos para a maioria dessas situações. E aquelas que não temos, estamos na fase final para estabelecer essa contratação”, disse Tarcísio. “Alguns problemas são mais simples de resolver e vão levar aí umas 48 horas, mas outros são mais complexos e podem levar algumas semanas.”

Desenvolvimento Regional

Outra medida provisória editada na quinta-feira abre crédito extraordinário de R$ 550 milhões para ações do Ministério do Desenvolvimento Regional no enfrentamento das consequências das fortes chuvas e, também, no apoio a Estados que vem sofrendo com a seca na região Sul do país.

Segundo o governo federal, esse crédito vai atender despesas relacionadas a socorro, assistência às vítimas, fornecimento de água potável, cestas básicas, material de higiene e limpeza, combustível e dormitórios e colchões para os desabrigados.

Também serão usados no apoio aéreo para o resgate da população atingida, transporte de medicamentos e equipamentos e restabelecimento de serviços essenciais, tendo em vista que muitas áreas ainda estão isoladas.

Já em relação à estiagem na região Sul, o crédito será direcionado para a aquisição de cestas básicas, locação de carros-pipa, gastos com combustível, entre outras medidas.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.