Lava Jato: Sérgio Cabral é condenado a mais 10 anos de prisão

Ex-governador do Rio de Janeiro é alvo de penas que somam 342 anos de detenção
-Publicidade-
O ex-governador Sérgio Cabral
O ex-governador Sérgio Cabral | Foto: Valter Campanato/Arquivo/Agência Brasil

Mais um revés para Sérgio Cabral diante dos tribunais. O ex-governador do Rio de Janeiro foi condenado a mais 10 anos de prisão ao ser julgado pela 7ª Vara Federal Criminal. A sentença da decisão tomada por Marcelo Bretas, juiz responsável por julgar casos relativos à Operação Lava Jato no Rio de Janeiro, foi divulgada nesta quinta-feira, 4.

Leia mais: “TRT-RJ afasta desembargadores e juiz presos na Operação Mais Valia”

-Publicidade-

No julgamento divulgado hoje, Cabral não foi o único condenado. Ele e outras quatro pessoas foram considerados culpados pelo crime de corrupção passiva. O grupo era réu em processo que investigava o recebimento de propina para definição de contratos do Estado fluminense com fornecedores. O esquema ficou conhecido como “taxa de oxigênio”, com desvio de 1% no valor de cada contrato.

Além do ex-governador do Rio de Janeiro, os outros condenados são: o ex-secretário de Obras Hudson Braga, o assessor e operador financeiro Wagner Jordão e os empresários Alex Sardinha e Geraldo André. De acordo com a Agência Brasil, eles receberam penas de 12 anos, 8 anos, 16 anos e também 16 anos de prisão, respectivamente.

“A defesa vai recorrer para obter o perdão judicial”

Responsável pela defesa de Cabral no processo em questão, o advogado Márcio Delambert não entrou no mérito da questão — de seu cliente ser ou não inocente —, mas avisou que irá recorrer da decisão de Bretas. “O juiz reduziu a pena reconhecendo a condição do ex-governador de colaborador da Justiça. A defesa vai recorrer para obter o perdão judicial a que ele tem direito.”

Mais uma condenação contra Sérgio Cabral

A condenação da vez é apenas mais uma para a conta de Sérgio Cabral. Governador do Rio de Janeiro de 2007 a 2014, ele foi um dos políticos que se tornaram alvo da Lava Jato. Detido desde 2016, ele acumula denúncias e condenações. No momento, ele já recebeu penas que somam 342 anos de prisão.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.