-Publicidade-

Maju Coutinho pede desculpas e diz que usou ‘expressão infeliz’ ao falar sobre lockdown

'O choro é livre, não dá para a gente reclamar, é isso que tem', havia dito a apresentadora ao comentar as medidas restritivas impostas na pandemia
Maju Coutinho se desculpou por comentário em defesa do 'lockdown'
Maju Coutinho se desculpou por comentário em defesa do 'lockdown' | Foto: Reprodução/TV Globo

A jornalista Maju Coutinho, apresentadora do Jornal Hoje, da TV Globo, pediu desculpas nesta quinta-feira, 18, por declarações sobre o lockdown que causaram polêmica nas redes sociais. Na quarta-feira 17, ao comentar as restrições impostas por prefeitos e governadores em meio à pandemia de covid-19, ela disse: “Os especialistas são unânimes em dizer que essas são medidas indispensáveis agora para conter a circulação do vírus. O choro é livre, não dá para a gente reclamar, é isso que tem”.

Na edição de hoje do telejornal, Maju reconheceu que utilizou uma “expressão infeliz”. “Ontem, para reforçar a necessidade do isolamento social, eu usei, no improviso, uma expressão infeliz que precisa de um complemento para deixar bem claro o que queria dizer”, afirmou. “Eu reitero hoje aqui esse desejo e me desculpo pela expressão que usei anteontem. Vamos nessa, bola para frente.”

Maju Coutinho disse ainda que se solidariza com os pequenos e médios comerciantes que vêm sofrendo com as restrições. “Eu quis dizer que, por mais que sejam amargas as medidas de isolamento, são necessárias para evitar o colapso do sistema de saúde, mas eu também entendo perfeitamente a dor dos pequenos e médios empresários que têm que manter os negócios fechados”, afirmou.

A Globo também divulgou uma nota em que defende o posicionamento da apresentadora. “Maria Júlia Coutinho quis dizer que, por amargas que sejam, as medidas de isolamento social são necessárias”, diz o texto. A emissora afirma ainda que a jornalista pediu “agilidade do governo e do Congresso para atender os empresários e famílias necessitadas”.

Minutos depois de o vídeo com o primeiro comentário de Maju viralizar, “O choro é livre” e “#GloboLixo” chegaram à lista de assuntos mais comentados do Twitter.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

16 comentários

  1. como sempre é um pedido de desculpas sem ser um pedido de desculpas. não senti remorso ou assumiu a arrogância no comentário, além da crueldade com a situação de milhões de brasileiros VIVOS sentindo a dor e a fome chegar. sem a devida nutrição, sem dinheiro para remédios essas pessoas, com toda certeza, estarão nas estatísticas que essa sra irá continuar a falar dia a dia com um rosto impassível e com todo ódio que se pode ter. infelizmente existem seres humanos que parecem que vibram com a situação. lamentável

      1. Um momento de sinceridade! A Globo e sua turma só pensa derrubar Bolsonaro, economia que se dane.

      2. ….pedido de desculpas para inglês ver….. jornalixo…..

  2. SE ELA TIVESSE MESMO SOLIDARIEDADE AO POVO NÃO ACEITARIA TRABALHAR EM UMA EMPRESA MEDÍOCRE E VENENOSA COMO A GLOBO LIXO. E AINDA PEDE PARA O GOVERNO E O CONGRESSO APRESSAREM MEDIDAS PARA SOCORRER EMPRESÁRIOS E FAMÍLIAS NECESSITADAS, COMO SE NADA DISSO AINDA NÃO ESTIVESSE SENDO FEITO!!!

  3. Ser funcionário da globolixo hoje é aceitar ser o que não é. É ser marionete de bandidagem. Perdem qualquer noção de coletividade, de ser humano. Mesmo perdendo salário ainda continuam, por total falta de opção, ou vão para a CNN quando chamam, como temos vários casos, mas continuam exalando ódio à classe média brasileira.
    Passo hoje pelos canais televisivos da globolixo apenas para mirar empresas que lá anunciam, para repercutir nas mídias sociais o BOICOTE aos produtos.
    Tamanho o mal que estão fazendo ao Brasil essas pessoas físicas, que de todo não devem ser ruíns, mas pagarão caro por seguirem na emissora espalhando o caos, notícias tendenciosas, sendo o Bonner hoje o nosso maior desafeto.
    Não vou falar de Maynard, Felipe e outros tantos, que em conluio com o governo Dória, transferiram POR DINHEIRO, a honra e o emprego para a TV Cultura, já que a globolixo não tem como pagá-los.

  4. Mas de onde ela tirou essa falsa informação de que “especialistas são unânimes em dizer que essas são medidas indispensáveis agora para conter a circulação do vírus?
    Pura cretinice de uma jornalista com um nível muito baixo de conhecimento. O pedido de desculpa não convence ninguém que tomou conhecimento dessa estúpida declaração.

  5. Não assisto esse canal há muito tempo, pena que grande parte da população, não tem conhecimento ou uma boa
    opção para deixar de assisti-la. O governo, está trabalhando para melhorar o país , mas a grande mídia tenta atrapalhar a qq custo, mesmo que com suas ações, muitos morram, de Covid, câncer, fome, tristeza…

  6. Desculpe apresentadora rica, com salário em dia, podendo trabalhar, mas com lugar de fala por ser negra, você erra feio quando afirma que as medidas não são necessárias, bem como Mente quando afirma haver unanimidade quanto a essas medidas, e lembre da célebre frase
    “Toda unanimidade é Burra!” de Nelson Rodrigues

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.