Ministério da Saúde compra mais 100 milhões de doses da Pfizer

Pesquisas lideradas pela fabricante garantem que o imunizante tem 90% de eficácia contra a covid-19
-Publicidade-
Em 29 de abril, o país recebeu o primeiro lote, com 1 milhão de unidades
Em 29 de abril, o país recebeu o primeiro lote, com 1 milhão de unidades

O governo federal assinou um novo contrato para adquirir 100 milhões de doses da vacina da Pfizer. O documento deve ser formalizado nesta terça-feira, 11. Somando-se esse número ao da primeira tratativa, já são 200 milhões de unidades do imunizante. De acordo com estudos encabeçados pela fabricante, o produto tem 90% de eficácia contra a covid-19.

Em 29 de abril, o país recebeu o primeiro lote, com 1 milhão de unidades. As vacinas foram distribuídas apenas às capitais por questões logísticas. O produto precisa ser armazenado em temperaturas baixas. Portanto, câmaras frias especiais são necessárias para conservar o imunizante. Uma segunda remessa, com 629 mil doses, chegou em 5 de maio.

Leia também: “A supervacina”, reportagem publicada na Edição 39 da Revista Oeste

-Publicidade-
Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro