Ministro Luís Roberto Barroso se manifesta sobre a saída de Sérgio Moro

Ministro Luís Roberto Barroso se manifesta sobre a saída de Sérgio Moro
-Publicidade-
Antonio Cruz / Agência Brasil
Antonio Cruz / Agência Brasil

Antes mesmo de Sérgio Moro anunciar sua saída do cargo de Ministro da Justiça e Segurança Pública nesta sexta-feira, durante “live” organizada pela XP Investimentos, o ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), falou sobre a situação:

“Olha, o juiz Sérgio Moro representou a face, digamos assim, da Lava Jato. E a Operação Lava Jato, eu acho que ela transcendeu o fato de ser uma operação policial-judicial e passou a ser um símbolo, passou a ocupar um espaço no imaginário social brasileiro, que é a superação de uma velha ordem em que era legítima a apropriação privada do Estado e o desvio de dinheiros públicos. A Lava jato significou uma mudança de paradigma e mobilizou uma sociedade que deixou de aceitar o inaceitável. A corrupção era a moeda corrente, era o modo como se jogava o jogo, em todo contrato administrativo relevante alguém levava uma vantagem indevida, em todo empréstimo relevante havia um pedágio, em toda obra pública, em todo serviço. Era uma cultura de desvio de dinheiro que nos atrasou na história.

-Publicidade-

A Lava Jato e a luta contra a corrupção simbolizaram uma sociedade que deixou de aceitar o inaceitável. E há pessoas que gostam mais e há pessoas que gostam menos do ministro Sérgio Moro, mas o fato é que ele é o símbolo deste processo histórico.

E, portanto, eu acho que sua eventual saída revela, como fatos já vinham revelando, um certo arrefecimento desse esforço de transformação do Brasil.

A verdade, no entanto, é que eu acho que o Brasil já mudou. Mesmo com decisões do Supremo que eu discordo profundamente, que eu acho que nos retardaram um pouco nesse processo, a sociedade já não aceita mais, já não é mais tão fácil acontecer de novo o que aconteceu na Petrobras. Já não é tão fácil acontecer de novo o que aconteceu no Rio de Janeiro. Já não é mais tão fácil agentes públicos nos mais altos cargos venderem atos normativos. Já não é mais fácil acontecer de novo o que aconteceu nos fundos de pensão.

Portanto, eu acho que, a despeito de decisões das quais eu discordo e de movimentos políticos imediatos que parecem ir na direção contrária, esse gênio não voltará para a garrafa. Eu sou contra insulto, sou contra agressão, mas hoje em dia está cada vez mais difícil um vigarista sair na rua e andar em paz.

Nós acabamos um pouco com o fetiche do corrupto rico que circulava na sociedade como se fosse uma pessoa de bem e normal. E acho que isso era imprescindível. Não há como o Brasil se tornar verdadeiramente desenvolvido com os padrões de ética pública e de ética privada que nós praticávamos aqui.

De modo que qualquer coisa que enfraqueça esse processo histórico acharei ruim, mas acho a história seguirá seu curso independente de A ou de B.”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

7 comentários

    1. A facada pelas costas foi Bolsonaro quem levou. Os fatos futuros mostrarão quando Moro se envolver de corpo e alma com FHC, Doria, Aécio e o PSDB.
      E vamos ver se os inqueritos parados na PF do RJ, TODOS, inclusive do FB, andarão, com o novo Diretor Geral,aliás, de todas as Assembléias legislativas do Brasil. Nessas “rachadinhas” FB deve ser um dos mais baratinhos da lista. No RJ é o 17o. com R$600 mil.
      O do PT é de R$40 milhões. Se é para punir…PUNIR TODOS !!

  1. Espero que o STF se renove e passe a ser o guardião dessa operação contra a corrupção e impunidade. Vai demorar um pouco, pois tem que haver aposentadorias de uns 5 ministros. Até lá o povo tem que ficar atento.

  2. Grande Ministro Barroso. Uma referencia na luta contra a corrupção, a impunidade e Injustiça. Belíssimas palavras proferidas a respeito do Sr. Sérgio Moro. O País vai precisar, cada vez mais, de homens empenhados em fortalecer esta Grande Nação.

  3. Independentemente do Ministro Barroso ser um bom ministro, convenhamos :- O STF tem que dar palpite em qualquer ato do executivo ? Nunca vi isso em nenhum país !! STF ou Suprema Corte, ou outro nome . dependendo do país, a sua obrigação constitucional é preservar a constituição, sustando eventuais abusos dos poderes Legislativo e Executivo.Daí a se meter em tudo, não é possível !!

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site