MPF pede arquivamento sobre hackers da Lava Jato

Relatório da PF concluiu que os hackers não foram pagos e agiram por conta própria
-Publicidade-
Entre as vítimas, está o ex-juiz Sergio Moro
Entre as vítimas, está o ex-juiz Sergio Moro | Foto: Divulgação/Agência Brasil

O Ministério Público Federal (MPF) solicitou na quinta-feira 12 o arquivamento de processo que investiga se houve mandante e financiador no vazamento de conversas privadas de membros da extinta Operação Lava Jato.

No episódio, também conhecido como “Vaza Jato”, hackers acessaram o aplicativo Telegram e divulgaram ilegalmente conversas privadas de procuradores e juízes que atuavam na operação. Entre as vítimas, estão o ex-juiz Sergio Moro, o ex-coordenador da Lava Jato em Curitiba, Deltan Dallagnol, e cerca de 80 figuras públicas.

O MPF apresentou o parecer com base no relatório da Polícia Federal (PF) sobre o caso. A PF concluiu que os hackers não foram pagos e agiram por conta própria.

-Publicidade-

Agora, cabe ao juiz Ricardo Leite, da 10ª Vara Federal do Distrito Federal, decidir se acata o pedido do MPF ou dá continuidade à ação.

A PF mantém a investigação em outras frentes, como a apuração de indícios de golpes aplicados pelos hackers em clientes de instituições financeiras.

As mensagens tiveram o sigilo derrubado pelo relator da ação, o ministro do Supremo Tribunal Federal Ricardo Lewandowski, depois de a Corte conceder acesso ao material para a defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

6 comentários Ver comentários

  1. Sendo um crime de mera conduta não há que se falar em arquivamento.

    Pago ou não pago por alguém os hackers devem responder pelo vazamento.

  2. “O MPF apresentou o parecer com base no relatório da Polícia Federal (PF) sobre o caso. A PF concluiu que os hackers não foram pagos e agiram por conta própria.”
    – Se eles agiram por conta própria, como esses arquivos hackeados foram parar nas mãos da comunista gaúcha Manuela D’Ávila?
    – Como eles descobriram que não foram pagos, não acharam nenhum recibo de prestação de serviços? (kkkkkk…ridículo)
    Querem saber de uma coisa? Deixem essa conversa fiada prá lá, é inútil, está tudo dominado pela bandidagem, é o que eu acho e que não tem importância alguma, diga-se de passagem.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.