Órgão alerta para risco de rompimento de outra barragem em Mariana (MG)

Superintendência avaliou que a estrutura não apresenta condições de estabilidade
-Publicidade-
Extensão da tragédia de Mariana, em 2015
Extensão da tragédia de Mariana, em 2015 | Foto: Antônio Cruz/Agência Brasil

A Superintendência Regional do Trabalho de Minas Gerais advertiu que a barragem da Vale chamada Xingu, na mina Alegria, em Mariana (MG), corre “grave e iminente risco de ruptura por liquefação”. Interditada desde março de 2020 pela Agência Nacional de Mineração, a estrutura não recebe rejeitos de minério de ferro há mais de 20 anos. Contudo, alguns trabalhadores ainda desempenhavam atividades no local, o que motivou a ação dos fiscais do órgão trabalhista.

“A análise dos documentos apresentados pela própria empresa revela que a barragem Xingu não apresenta condições de estabilidade, com alguns fatores de segurança para situações não drenadas inferiores a 1,0, oferecendo risco significativo e iminente de ruptura”, informou a superintendência, em nota publicada na quarta-feira 9. A entidade acrescentou que se trata de situação de extrema gravidade que põe em risco os trabalhadores e a população local, que já sofreu com outras tragédias.

-Publicidade-

“Como a disposição de material no reservatório não era controlada, é possível que tenha corrido o lançamento de camadas de material mais granular intercalado de camadas de material fino (pouco drenante), criando, o que foi chamado na barragem B1 de Córrego do Feijão, lençóis freáticos empoleirados. Tal situação aumenta a pressão no barramento e pode explicar os elevados níveis piezométricos medidos na estrutura, mesmo com um reservatório seco”, concluiu a denúncia.

Leia também: “Vale registra lucro líquido de US$ 5,5 bi no 1º trimestre de 2021”

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site