-Publicidade-

Pandemia causa prejuízo de R$ 245,5 bi ao turismo, diz CNC

Setor opera com apenas 39% da sua capacidade mensal de geração de receitas
Bondinho do Pão de Açúcar é um dos pontos turísticos do Rio de Janeiro | Foto: TOMAZ SILVA/AGÊNCIA BRASIL
Bondinho do Pão de Açúcar é um dos pontos turísticos do Rio de Janeiro | Foto: TOMAZ SILVA/AGÊNCIA BRASIL | bondinho do pão de açúcar - rio de janeiro - turismo com prejuízio bilionário - crise do coronavírus

Setor opera com apenas 39% de sua capacidade mensal de geração de receitas

bondinho do pão de açúcar - rio de janeiro - turismo com prejuízio bilionário - crise do coronavírus
Bondinho do Pão de Açúcar, um dos pontos turísticos do Brasil | Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

As atividades turísticas já somam prejuízo de R$ 245,5 bilhões desde o agravamento da pandemia do novo coronavírus no país, em março deste ano. De acordo com cálculos da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o setor opera com apenas 39% de sua capacidade mensal de geração de receitas.

Leia também: “Turismo está em ‘franca recuperação’, diz presidente da Embratur”

As perdas mensais de faturamento do turismo brasileiro cresceram de R$ 13,3 bilhões em março para R$ 36,9 bilhões em abril, até o pico de R$ 37,4 bilhões em maio. Houve melhora discreta desde então, descendo para R$ 34,1 bilhões em junho, R$ 31,8 bilhões em julho, R$ 29 bilhões em agosto, R$ 24,9 bilhões em setembro, R$ 20,7 bilhões em outubro e R$ 16,9 bilhões em novembro.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.