PF deflagra operação contra grupo que fraudava concursos

Criminosos atuavam desde 2005
-Publicidade-
Polícia Federal desmantelou mais um esquema criminoso
Polícia Federal desmantelou mais um esquema criminoso | Foto: Divulgação/Polícia Federal

A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta quarta-feira, 23, a Operação Erasure. Segundo a instituição, o objetivo é desmantelar uma organização criminosa que fraudava concursos desde 2005. Um dos certames fraudados foi o concurso do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP), em 2017.

O esquema conseguiu a aprovação, de modo fraudulento, de diversas pessoas que pagavam pelo serviço criminoso. De acordo com a PF, o grupo obteve mais de R$ 29 milhões com o esquema ilegal. A quadrilha utilizava pontos eletrônicos de comunicação, subornava professores e contava com candidatos que prestavam concurso para obter as questões e deixar o local do certame no tempo mínimo exigido.

Durante as investigações para o início da operação, a Justiça Federal afastou, de forma cautelar, um servidor que havia tomado posse no TRE-SP em 2017.

-Publicidade-

Os investigados poderão responder pelos crimes de associação e organização criminosa.

Leia também: “Ex-chefe da Polícia Federal vai para embaixada do Brasil nos EUA”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

  1. Precisamos, entender de uma vez por todas, que só o sistema de eleições eletrônica brasileiro é totalmente à prova de fraudes (?). Esse não é o primeiro esquema desse tipo que foi descoberto. Lembro de outros, todos montados na “Era Petista”, a “Era dos Concursos”, da corrupção institucionalizada. E o que temos hoje é um Estado aparelhado, com concursos suspeitos e eleitos improváveis. Nas não questione as eleições infraudáveis, porque isso é “uma agressão contra a Constituição”. Como se dizia antigamente, se cobrir vira circo e se fechar vira cadeia.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site