PM dispara bombas de efeito moral contra turistas em praia de SP

Vídeo mostra ação de policiais em praia de Bertioga
-Publicidade-
Policiais [ao fundo] agem contra turistas em praia de Bertioga (SP)
Policiais [ao fundo] agem contra turistas em praia de Bertioga (SP) | Foto: Reprodução/G1

A Polícia Militar usou balas de efeito moral e gás lacrimogêneo para tentar evitar aglomerações no litoral paulista durante as comemorações de ano-novo. Como mostram os vídeos abaixo, foi essa a postura da corporação contra grupo de turistas que estava nas areias da Riviera de São Lourenço, em Bertioga (SP), na manhã desta sexta-feira, 1º de janeiro de 2021.

Leia mais: “Prefeito relata ameaças e compara Doria a Hitler”

A PM argumentou ter cumprido normas previamente determinadas. Em Bertioga, a prefeitura decretou o fechamento das praias das 19 horas de ontem (31 de dezembro) até as 7 horas da manhã de hoje. De acordo com a corporação, a ação para dispersar turistas ocorreu por volta das 5h30. A polícia não comentou, contudo, a atuação dos cerca de 20 agentes presentes no local — vídeo divulgado nas redes sociais mostra disparo de bombas de efeito moral mesmo com o grupo já fora da faixa de areia da praia.

-Publicidade-

Outros casos

A operação da PM de São Paulo em Bertioga não foi uma ação isolada. Ontem, policiais expulsaram banhistas da Praia de Pitangueiras, Guarujá (SP), conforme registrou Oeste. Também na véspera do ano-novo, policiais lançaram bombas de efeito moral contra as pessoas que estavam reunidas para comemorar a chegada de 2021 em frente a um lago em Garça, cidade do interior paulista. Bombas ainda foram utilizadas para dispersar grupo que estava em praça de Campinas, a maior cidade do interior de São Paulo.

Leia também: “A paciência acabou”, matéria de capa da Edição 41 da Revista Oeste

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

14 comentários Ver comentários

  1. SUPREMO É O POVO. Não irão conseguir implantar este projeto de poder deles que se assemelha ao de Cuba e da Venezuela, aqui no Brasil, por mais que tentem, e por mais recursos que utilizem para esta finalidade. LIBERDADES, não se vendem tão facilmente. Vamos reagir. Não aceitaremos mais testemunhar soltura de criminosos e acusação de inocentes.

  2. isso estava escrito, a reeleição de covas, foi como uma aprovação ao governo do PSDB no estado, agora é aturar eles mais 2 anos, ou ir pra cima. Bem, acho que são Paulo vai aturar 2 anos mesmo.

  3. Bom dia
    Não vemos policiamento assim para acabar com os bailes funk, recebi um vídeo de mais de motociclistas sem capacete na entrada do campo limpo e nada de polícia uma vergonha esse inominável que ocupa o palácio dos Bandeirantes

    1. Qual é o problema de um motociclista sem capacete. Crime implica em dano.
      Se a pessoa quer andar sem capacete, que aliás é uma delícia, qual é o problema cidadão?
      Se as pessoas querem andar de carro na cidade sem estar preso a um cinto de segurança, que é muito gostoso, qual é o problema cidadão?
      Se as pessoas querem optar por ficar sem máscara, que é uma delícia, qual é o problema cidadão?
      Se as pessoas querem optar por não tomar vacina de covidson, qual é o problema cidadão?
      Lembra de papai e mamãe ensinando que a sua liberdade termina onde começa a liberdade do outro.
      O PNA ensina muita coisa. Se não há agressão, pra quê reagir.

    1. Isso é pior que Ditadura, polícia em cima de pessoas ordeiras, e bandidos a vontade! O que está acontecendo é pior que Ditadura! O pagador de imposto virou GADO do estado! Erguemos, esse tipo de atitude é criminoso nao pode continuar. Cade o Ministério da Justiça?

    1. Uma coisa não tem nada com a outra, a briga estava acontecendo a muitos metros de onde a PM começou a agir, a PM foi la para dispersar a população da praia eram 4 ou 5 indivíduos que estavam vrigando tinham centenas que não estavam, se fossemos por essa lógica todo carnaval não chegaria ao final de suas festividades ja que ocorrem brigas constantes. Para de passar pano pra estas atitudes erradas da PM.

      1. A polícia age como idiotas nas mãos de canalhas , só nos prova serem cachorros domesticados que não sabem utilizar seu dicernimento para não cumprirem ordens ilegais. Por isto poucos se incomodam quando morrem nas mãos de marginais , por parecer mais briga de facções uns de farda outros representando o tráfico . Aprendi que cada um tem o que merece , todos os dois lados obedecem ordens de bandidos .

      2. Muita calma nesta hora. Não foi a “corporação Polícia Militar” que atacou cidadãos, mas o (des)governador que emitiu a ordem.
        O jargão “ordem absurda não se cumpre” tem espaço neste episódio? Pense bem. Se você fosse PM e desobedecesse, estaria sujeito à prisão é até à expulsão. A hora do Dória vai chegar, “ainda existem juízes em Berlim”.

    2. Inverte-se a lógica.
      Polícia existe para servir e proteger o cidadão.
      Pela lógica, se algumas pessoas querem assumir o risco de se aglomerar isso é entre eles.
      A polícia devia respeitar e proteger o direito destes cidadãos a isso (que está na CF), e quem não quisesse assumir o risco, que se mantivesse numa distância segura.
      Simples…

    3. I-NA-DI-MI-SSÍ-VEL!!! A PM, covardemente ATIRA BALAS e BOMBAS contra aqueles cidadãos de bem que PAGAM SEUS SALÁRIOS! Não há, repito, NÃO HÁ a menor justificativa LÓGICA para tamanha imbecilidade destes PREFEITOS E GOVERNADORES !! Não nos representam!! Onde estão as ASSEMBLÉIAS, AS CAMARAS e o MP que se calam??

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.