Polícia do Rio prende 32 e desmantela maior rede de agiotas do Estado

De acordo com as investigações, os bandidos roubaram pelo menos R$ 70 milhões das vítimas nos últimos quatro anos
-Publicidade-
Quadrilha de agiotas é alvo da Operação Ábaco, deflagrada pela Polícia Civil do Rio
Quadrilha de agiotas é alvo da Operação Ábaco, deflagrada pela Polícia Civil do Rio | Foto: Reprodução

A Polícia Civil do Rio de Janeiro deflagrou nesta quinta-feira, 16, a Operação Ábaco, que desmantelou a maior rede de agiotas do Estado. Até o momento, pelo menos 32 criminosos foram presos. A quadrilha, que se espalhou pelo país, tinha 70 “escritórios” para praticar extorsão em quatro outros Estados — Ceará, Santa Catarina, Espírito Santo e Minas Gerais.

Os policiais cumprem 65 mandados de prisão e 63 de busca e apreensão. De acordo com as investigações, os bandidos roubaram pelo menos R$ 70 milhões das vítimas nos últimos quatro anos.

Leia mais: “Vereador de Duque de Caxias é assassinado a tiros no RJ”

-Publicidade-

Em muitos casos, os criminosos cobravam empréstimos que jamais haviam sido feitos e continuavam exigindo dinheiro mesmo depois do pagamento da suposta dívida. Os juros chegavam a 30% ao mês.

Ainda segundo a polícia fluminense, o chefe da quadrilha era Guilherme Andrade Aguiar, o Macarrão. O criminoso já estava preso, mas seguia comandando o esquema de dentro da cadeia.

Leia também: “Terror em Araçatuba: polícia prende mais um e cumpre 20 mandados de busca e apreensão”

Os bandidos vão responder pelos crimes de extorsão, organização criminosa, lavagem de dinheiro e por crime contra a economia popular. A operação de hoje mobilizou cerca de 200 agentes da Polícia Civil do Rio e contou com a participação das Polícias Civis dos Estados de Minas Gerais, Espírito Santo, Santa Catarina e Ceará.

Leia também: “Polícia prende criminosos que fingiam ser agentes da Saúde”

Com informações da TV Globo

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.