Prefeitura do Rio libera bares e restaurantes a partir do dia 9

Decreto publicado pelo prefeito Eduardo Paes também determina que escolas e creches poderão voltar a funcionar a partir do dia 5
-Publicidade-
O prefeito do Rio, Eduardo Paes, começou a flexibilizar as medidas restritivas na cidade
O prefeito do Rio, Eduardo Paes, começou a flexibilizar as medidas restritivas na cidade | Foto: Adriano Ishibashi/FramePhoto/Estadão Conteúdo

Um decreto da prefeitura do Rio de Janeiro publicado na edição desta sexta-feira, 2, do Diário Oficial do Município determina algumas flexibilizações nas medidas restritivas impostas para conter a disseminação do coronavírus. A chamada “fase emergencial” na cidade foi prorrogada até o dia 8 de abril.

Leia mais: “Paes indica que pode flexibilizar restrições no Rio”

-Publicidade-

A partir do dia 9, bares, restaurantes, lanchonetes e quiosques da orla poderão voltar a ficar abertos até as 21 horas — após esse horário, estarão autorizados apenas a fazer entregas pelo sistema delivery. Na mesma data, clubes estarão liberados das 11h às 21h. O comércio em geral poderá operar das 10h às 18h, e o setor de serviços, das 12h às 21h.

Leia também: “Depois de dizer que não era ‘hora de festa’, governador comemora aniversário em condomínio no RJ”

Apesar da flexibilização, continuarão proibidas atividades como o comércio de ambulantes, o funcionamento de boates e danceterias, eventos em geral, além da entrada de ônibus intermunicipais fretados com turistas.

Escolas

Ainda segundo o novo decreto, a partir da próxima segunda-feira, dia 5, as escolas e creches poderão abrir na cidade. Aulas presenciais estão permitidas a partir do dia 6, mas apenas nos colégios que já estavam funcionando antes da fase emergencial.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.