Queiroga indica que intervalo entre doses da Pfizer pode cair para 21 dias

Trata-se do prazo estipulado na bula do imunizante, mas o Ministério da Saúde decidiu ampliá-lo para 12 semanas
-Publicidade-
Mudança no intervalo entre as doses da Pfizer deve ser confirmada pelo Ministério da Saúde, afirma Marcelo Queiroga
Mudança no intervalo entre as doses da Pfizer deve ser confirmada pelo Ministério da Saúde, afirma Marcelo Queiroga | Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou pela primeira vez que o intervalo entre as duas doses da vacina contra a covid-19 da Pfizer/BioNTech pode ser reduzido dos atuais três meses para apenas 21 dias.

Trata-se do prazo estipulado na bula do imunizante, mas o Ministério da Saúde decidiu ampliá-lo para 12 semanas para vacinar um maior número de pessoas com a primeira dose.

Leia mais: “Pfizer entrega mais 2 milhões de doses ao Ministério da Saúde”

-Publicidade-

“Naquele momento, não tínhamos certeza da quantidade de doses de Pfizer que teríamos neste ano e optamos por ampliar o número de vacinados com a primeira dose. Mas agora temos segurança nas entregas e dependemos apenas da finalização do estudo sobre a logística de distribuição interna dos imunizantes para bater o martelo sobre a redução do intervalo da Pfizer para 21 dias”, afirmou Queiroga à Folha de S.Paulo.

Leia também: “Segundo Israel, vacina da Pfizer oferece proteção contra variante Delta”

Segundo o ministro, a decisão final será tomada pela equipe técnica e de coordenação do Programa Nacional de Imunizações (PNI) do governo federal. “As coisas estão evoluindo nesse sentido [de redução do intervalo]. Em breve, teremos a definição”, diz.

Em relação à vacina da Oxford/AstraZeneca, produzida no Brasil pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), o intervalo de 12 semanas entre as duas doses deve ser mantido.

Leia também: “CoronaVac produz dez vezes menos anticorpos do que vacina da Pfizer, diz estudo”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro