Queiroga pede aos EUA antecipação de 20 milhões de doses da vacina da Pfizer

Ministro da Saúde quer acelerar o ritmo de vacinação no Brasil
-Publicidade-
Marcelo Queiroga assumiu o lugar de Eduardo Pazuello
Marcelo Queiroga assumiu o lugar de Eduardo Pazuello | Foto: Cláudio Marques/Futura Press/Estadão Conteúdo

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, participou de duas reuniões nesta terça-feira, 30, junto a representantes dos Estados Unidos, com o objetivo de finalizar acordos para acelerar o ritmo de vacinação no Brasil. Nos encontros, Queiroga pediu a antecipação de 20 milhões de doses do imunizante da Pfizer, que seriam devolvidas aos norte-americanos nos próximos anos. “Nós já conseguimos triplicar o número de doses aplicadas por dia: de 300 mil, estamos quase chegando a 1 milhão”, afirmou o ministro, em entrevista concedida à GloboNews. “Com um aporte maior de vacinas, podemos dar uma resposta à população brasileira e diminuir a pressão no sistema de saúde”, completou. Segundo dados do consórcio dos veículos de imprensa, a média de doses diárias é de cerca de 300 mil desde 18 de janeiro, incluindo a primeira aplicação e o reforço da imunização.

Leia também: “Bolsonaro nomeia novo número 2 do Ministério da Saúde”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

  1. O ministro da saúde desde sua indicação tem pedido paciência a imprensa, mas esta é inquieta, irresponsável e nada ajuda na divulgação das informações que o ministro oferece em entrevista a Globo, que ironiza diariamente em seus jornalecos, apelos do ministro para otimizar o uso de oxigênio como parte da luta para salvar mais vidas.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.