Sistema Cantareira entra em estado de alerta

Reservatório já operava em nível de atenção desde janeiro
-Publicidade-
Sistema Cantareira é o maior dos sistemas administrados pela Sabesp destinados a captação de água para São Paulo | Foto: Divulgação/Sabesp
Sistema Cantareira é o maior dos sistemas administrados pela Sabesp destinados a captação de água para São Paulo | Foto: Divulgação/Sabesp

O sistema Cantareira entrou em alerta após sua capacidade de armazenamento ficar abaixo de 40% nesta semana. Na prática, o estado de alerta reduz a quantidade de água que a Sabesp pode usar para consumo da população. A determinação de volume máximo a ser retirada é da Agência Nacional de Águas e deve ser cumprida sempre a partir do primeiro dia do mês seguinte.

Leia mais: “Crise hídrica preocupa 90% dos empresários, aponta pesquisa da CNI”

Desde janeiro o sistema estava operando em estado de atenção, que é quando o volume fica entre 40% e 59%. O baixo volume de água é resultado da falta de chuva.

-Publicidade-

Leia também: “ONS prevê dificuldade de atender demanda de energia em novembro”

Entre o final de abril até metade de setembro é considerado o período mais seco do ano para boa parte do Brasil, principalmente para o Centro-Oeste e parte do Sudeste. Isso reflete no volume de água dos reservatórios de abastecimento dessas Regiões.

 

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro